UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 17 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CAROLINE DE ARAUJO MACHADO
13/07/2016 11:16


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAROLINE DE ARAUJO MACHADO
DATA: 22/07/2016
HORA: 09:00
LOCAL: SALA 1 - PPGAGRI
TÍTULO: CONSERVAÇÃO, MORFOLOGIA E VIABILIDADE POLÍNICA IN VIVO E IN VITRO DA MANGABEIRA
PALAVRAS-CHAVES: Inflorescência, Hancornia speciosa Gomes, grãos de pólen, armazenamento.
PÁGINAS: 22
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

A mangabeira (Hancornia speciosa Gomes) é uma planta de porte arbustivo, de ocorrência nas regiões Nordeste, Centro-Oeste, Norte e Sudeste do Brasil. A estratégia mais utilizada para a conservação de recursos genéticos de mangaba é a ex situ por meio de coleções e bancos de germoplasma em campo, devido à recalcitrância das suas sementes. Desse modo o estabelecimento de novas estratégias complementares são de grande importância para programas de melhoramento genético e de conservação de recursos genéticos. O objetivo desse projeto será estudar aspectos da conservação, viabilidade e morfologia polínica de diferentes acessos de mangaba com o intuito de gerar conhecimento para programas de conservação de recursos genéticos e de melhoramento da espécie. Serão utilizados como materiais vegetais sete acessos de mangaba do BAG de Mangaba da Embrapa Tabuleiros Costeiros, situado no campo experimental do Caju, Itaporanga d’Ajuda-SE. O experimento será conduzido no laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas. A obtenção de pólen será realizada no período de floração das plantas selecionadas. Serão coletadas as inflorescências para avaliação da viabilidade in vitro e in vitro e morfológica aos 30, 60, 90 e 120 dias de grãos de pólen em quatro condições de armazenamento e avaliação da morfologia floral. Os resultados esperados são a seleção de meio de cultura para germinação de grãos de pólen de mangaba, obtenção de condição de armazenamento com porcentagem acima de 70% de viabilidade in vivo e in vitro em relação ao tempo de armazenamento. Os resultados auxiliarão programas de conservação e melhoramento genético de Mangaba, por permitir que técnicas alternativas possam ser utilizadas na conservação de recursos genéticos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 523.499.506-20 - ANA DA SILVA LEDO
Interno - 461.265.383-15 - ANA VERUSKA CRUZ DA SILVA MUNIZ
Interno - 2307480 - MARIA DE FATIMA ARRIGONI BLANK
Externo à Instituição - ADRIANE LEITE DO AMARAL

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e