UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 18 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: MARIANA SANTOS MENEZES
06/07/2016 15:59


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIANA SANTOS MENEZES
DATA: 22/07/2016
HORA: 14:00
LOCAL: SALA 2 - PPGAGRI
TÍTULO: Atividade do óleo essencial de genótipos de Lippia gracilis e seus constituintes majoritários timol e carvacrol a Aceria guerreronis (Acari: Eriophyidae)
PALAVRAS-CHAVES: Lippia gracilis; óleo volátil; timol; carvacrol; atividade acaricida; Aceria guerreronis
PÁGINAS: 99
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Lippia gracilis é uma planta pertencente à família Verbenaceae popularmente conhecida como “alecrim-da-chapada” ou “alecrim-de-tabuleiro” e própria do bioma caatinga. Devido ao potencial bioativo, o óleo essencial de L. gracilis vem sendo testado para o controle de diferentes pragas e doenças na agricultura e pecuária. Uma destas pragas é o ácaro-da-necrose-do-coqueiro (Aceria guerreronis), que é uma importante praga que afeta diretamente a cultura do coqueiro no Brasil. Poucas são as alternativas de controle, sendo a aplicação de acaricidas sintéticos a principal opção. O objetivo deste trabalho foi avaliar a toxicidade e repelência do óleo essencial de dois genótipos de L. gracilis e seus compostos majoritários timol e carvacrol sobre o ácaro-da-necrose (Aceria guerreronis). Para avaliação de toxicidade foram preparadas arenas em placa de Petri contendo 30 ácaros adultos com oito repetições cada, e pulverizadas com concentrações crescentes dos óleos essenciais de L. gracilis e os compostos timol e carvacrol possibilitando o cálculo das concentrações letais (CLs). Adicionalmente à toxicidade, foi avaliada a repelência dos óleos essenciais de L. gracilis sobre A. guerreronis por meio da liberação de ácaros adultos no centro da arena com metade pulverizada e metade não pulverizada. A análise da composição química dos óleos essenciais de L. gracilis identificou o timol (52,41%) como composto majoritário para o genótipo LGRA-106 enquanto carvacrol (49,36%) foi o majoritário para o genótipo LGRA-109. As concentrações letais (CL) dos óleos essenciais de L. gracilis que matam 50 e 90% da população de A. guerreronis para o acesso LGRA-106 e LGRA-109 foram estimadas em 4,58 e 9,73 µL/mL e 31 e 46,01 µL/mL, respectivamente. Para o composto timol, a CL50 e a CL90 foram estimadas em 5,34 µL/mL e 19,50 µL/mL e para o composto carvacrol a CL50 e a CL90 foram estimadas em 6,84 µL/mL e 26,16 µL/mL. A CL50 e a CL99 dos genótipos LGRA-106 e a CL50 do genótipo LGRA-109 repeliram A. guerreronis apenas na primeira hora após a exposição. O genótipo LGRA-106 apresentou maior toxicidade ao Aceria guerreronis que o genótipo LGRA-109 e o óleo essencial do genótipo LGRA-106 foi mais tóxico que o seu composto majoritário, o timol. Conclui-se que o óleo essencial do genótipo LGRA-106 apresenta potencial para o desenvolvimento de um produto para o controle do ácaro-da-necrose A. guerreronis.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2241349 - ARIE FITZGERALD BLANK
Interno - 638.148.201-00 - ADENIR VIEIRA TEODORO
Externo à Instituição - MARCELO DA COSTA MENDONCA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e