UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 25 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: MICHELI LUIZE BARBOSA SANTOS
09/05/2016 08:10


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MICHELI LUIZE BARBOSA SANTOS
DATA: 30/05/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Programa de pós graduação em ciências da saúde
TÍTULO: Avaliação da resposta imune induzida pelo antígeno recombinante NH36 e suas frações em células de pacientes com Leishmaniose Visceral.
PALAVRAS-CHAVES: Leishmaniose Visceral Humana; Nucleosídeo Hidrolase; Domínio Recombinante; imunidade adaptativa
PÁGINAS: 75
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

A Leishmaniose Visceral (LV) é uma doença sistêmica causada pelo parasita protozoário do gênero Leishmania que apresenta alta morbidade levando à morte se não tratada. LV é uma doença negligenciada e o desenvolvimento de uma vacina é crucial, mas para isso, é imprescindível uma melhor compreensão da resposta imune protetora e memória imunológica. Trabalhos avaliam a frequência de células Th1 multifuncionais secretoras simultaneamente de INF-γ, TNF-α e IL-2 e correlaciona com uma a melhor proteção contra L. major. Além disso, a NH de Leishmania donovani (NH36) é um marcador filogenético de elevada homologia entre os parasitas de Leishmania e é responsável pela sua imunogenicidade e eficácia protetora contra LV murina. O presente trabalho avaliou a resposta imune humoral e celular de indivíduos antes do tratamento (LV AT), indivíduos assintomáticos (DTH+), indivíduos após o tratamento (LV PT) e controles após o estímulo com NH36 e suas frações F1, F2 e F3. PBMCs de pacientes LV AT, LV PT, DTH+ e controles foram estimuladas com NH36 e peptídeos recombinantes F1, F2 e F3. Em seguida foram analisadas por citometria de fluxo multiparamétrica para avaliar as combinações de INF-γ, TNF-α e IL-2 em células CD4+ e CD8+. Os sobrenadantes de cultura foram utilizados para avaliação das citocinas por imunoensaio em luminex. Os soros desses pacientes foram utilizados em ensaio de ELISA para avaliar a reatividade contra anticorpos monoclonais IgG1, IgG2, IgG3 e IgG4 após incubação com os antígenos recombinantes. A análise das subpopulações de linfócitos T CD4+ e CD8+ demonstrou percentuais semelhantes após estimulação com todos os antígenos recombinantes, exceto nos grupos de pacientes LV AT que tendem a ser menos frequentes em comparação LV PT. A Multiplicação da frequência de células produtoras de uma citocina pela intensidade média de fluorescência (MFI), derivou uma abordagem métrica denominada intensidade de fluorescência integrada (iMFI) que reflete a resposta funcional total de uma população de células produtoras de citocinas. Esta medida evidenciou em células CD4+ e CD8+ que o grupo DTH+ e LV PT tende a apresentar mais proteção funcional em relação aos outros grupos após estímulo com os antígenos. A fração F2 teve uma tendência maior na indução de células CD4+ e CD8+ produtoras de duas citocinas e três citocinas (multifuncionais) principalmente no grupo DTH+ seguido do grupo LV PT. A avaliação da produção de citocinas revelam que todos os antígenos são capazes de estimular citocinas inflamatórias como INF-γ, IL-12p70, TNF-α, IL-1β, especialmente no grupo DTH+ e LV PT. No ensaio de ELISA foi demonstrado que o principal alvo dos anticorpos foi o F1 sendo este, o domínio que mais concentra os epítopos para as células B reconhecidos por Ac IgG1, 2, 3 e 4. Este trabalho conclui que os indivíduos DTH+ e LV PT foram bons respondedores aos antígenos testados, apresentando maiores frequências de células multifuncionais, altos níveis de citocinas do perfil Th1 e reconhecimento por anticorpos geradores de memória imunológica, principalmente após estímulo com F1 e F2. Dessa forma, estes antígenos representam uma base para o desenvolvimento racional de vacinas contra patógenos NHs-dependentes.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 285930 - AMELIA MARIA RIBEIRO DE JESUS
Interno - 426722 - ANGELA MARIA DA SILVA
Externo à Instituição - CLARISA B PALATNIK DE SOUSA
Presidente - 285906 - ROQUE PACHECO DE ALMEIDA
Interno - 1511959 - TATIANA RODRIGUES DE MOURA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5