UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 22 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: JOSÉ CARLOS DOS SANTOS
22/03/2016 17:35


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSÉ CARLOS DOS SANTOS
DATA: 05/04/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Mini Auditório do P²CEM/DCEM
TÍTULO: OBTENÇÃO DE NANOCRISTAIS SEMICONDUTORES DE CdTe POR SÍNTESE IN SITU EM MATRIZES MESOPOROSAS MCM-41 PARA APLICAÇÃO EM SENSORES ELETROQUÍMICOS NA DETECÇÃO DE ÍONS Cu2+
PALAVRAS-CHAVES: Semicondutores coloidais; nanopartículas de CdTe in situ MCM-41; detecção de íons Cu2+; sensores eletroquímicos.
PÁGINAS: 96
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

Nanopartículas semicondutoras de CdTe possuem propriedades ópticas únicas ajustáveis, que são dependentes do tamanho, devido ao efeito do confinamento quântico. No presente trabalho, nanopartículas estáveis de CdTe foram sintetizadas confinadas num ambiente mesoporosos de uma sílica MCM-41 funcionalizada com grupos tióis, através do método de funcionalização com o uso do ácido 3-mercaptopropiônico. Os materiais obtidos foram caracterizados por espectroscopia no infravermelho, adsorção de nitrogênio, espectroscopias eletrônicas de absorção e emissão UV-Vis, microscopia eletrônica de transmissão (MET) e caracterização eletroquímica; difração de raios X (DRX) e análise termogravimétrica usadas para caracterização da sílica MCM-41. As propriedades de emissão do CdTe mostraram relação de dependência da proporção da matriz mesoporosa usada nas sínteses, resultando em emissão abaixo da faixa de comprimento de onda usualmente obtido para CdTe em meio aquoso. A realização da detecção de íons Cu2+ através de eletrodos de pasta de carbono modificados por voltametria de redissolução anódica, possível somente com as amostras de CdTe in situ, evidenciou o papel do semicondutor como fase ativa. A amostra mais ativa foi aquela que continha a menor proporção CdTe, evidenciando que é possível reduzir a dosagem de Cd2+ nos nanocristais enquanto aperfeiçoa suas propriedades, o que é crucial do ponto de vista das aplicações de nanocristais de CdTe.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2222651 - ANTONIO REINALDO CESTARI
Externo ao Programa - 2523631 - ELIANA MIDORI SUSSUCHI
Presidente - 1495228 - IARA DE FATIMA GIMENEZ
Externo à Instituição - LUIZ PEREIRA DA COSTA
Interno - 1515782 - MARCELO JOSE BARROS DE SOUZA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12692-c69972fb69