UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 22 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: GEORGE RICARDO SANTANA ANDRADE
22/02/2016 09:19


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GEORGE RICARDO SANTANA ANDRADE
DATA: 29/02/2016
HORA: 14:00
LOCAL: miniauditório do P2CEM/DCEM
TÍTULO: HÍBRIDOS DE ZnO AUTO-ORGANIZADO NA FORMA DE ESTRELAS E NANOPARTÍCULAS METÁLICAS (Ag, Au): SÍNTESE CONTROLADA E AVALIAÇÃO FOTOCATALÍTICA E ANTIBACTERIANA.
PALAVRAS-CHAVES: Óxido de zinco, nanopartículas metálicas, materiais híbridos, fotocatálise e atividade bactericida.
PÁGINAS: 146
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

Neste trabalho, micropartículas de óxido de zinco (ZnO) com morfologia de estrela foram preparadas à temperatura ambiente por um método novo e simples e decoradas com nanopartículas de ouro (AuNPs) e prata (AgNPs). A presença de tioureia durante a precipitação do ZnO em meio alcalino permitiu o controle do tamanho e forma e a funcionalização da superfície com íons tiocianato (SCN- ). Uma série de imagens de MET da amostra preparada em pH 12 sugere que as partículas crescem de acordo com o mecanismo conhecido como “coalescência orientada”. O espectro de emissão destas partículas mostrou uma característica interessante: a posição da banda de emissão pode ser ajustável alterando o comprimento de onda de excitação. AuNPs e AgNPs foram sintetizadas in situ na superfície do ZnO pelo método da fotorredução, sendo que a simples mudança nas proporções ZnO/AgNO3 ou ZnO/HAuCl4 é capaz de Resumo | vii controlar os diâmetros médios das partículas. A presença dos íons SCN- na superfície do semicondutor impede o crescimento incontrolável de nanopartículas de Ag em diferentes morfologias e elevados graus de polidispersidade. DRX, MEV, MET, FTIR, UV-vis-NIR and PL foram utilizados para a caracterização da estrutura, morfologia e as propriedades ópticas de nanoestruturas puras e híbridos. Finalmente, as nanoestruturas híbridas ZnO/Ag apresentaram performance superior para aplicações em fotocatálise e atividade bactericida quando comparadas com o ZnO puro. Neste trabalho, foi estudada a fotodegradação de uma solução aquosa de azul de metileno sob irradiação UVA e a atividade bactericida foi testada para 4 estirpes bacterianas, incluindo as bactérias Gram-positivas Staphylococcus aureus (ATCC 43300, ATCC 25923 e ATCC 33591) e Gram-negativas Pseudomonas aeruginosa (ATCC 27853).


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1694103 - EULER ARAUJO DOS SANTOS
Presidente - 1495228 - IARA DE FATIMA GIMENEZ
Interno - 2326669 - LUIS EDUARDO ALMEIDA
Externo à Instituição - LUIZ FERNANDO ROMANHOLO FERREIRA
Externo ao Programa - 2752790 - ZAINE TEIXEIRA CAMARGO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12692-c69972fb69