UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 29 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: MARTA JUDITE NUNES LIMA
11/02/2016 14:21


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARTA JUDITE NUNES LIMA
DATA: 26/02/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Sala Teórica do Departamento de Odontologia
TÍTULO: AVALIAÇÃO DA RADIOPACIDADE, DO PH E DA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DO MTA, DO CIMENTO PORTLAND PURO E DO CIMENTO PORTLAND ADICIONADO DE AGENTES RADIOPACIFICADORES.
PALAVRAS-CHAVES: Radiografia digital; Materiais biocompatíveis; pH; Testes de sensibilidade microbiana.
PÁGINAS: 20
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

Introdução: A radiopacidade é uma propriedade obrigatória em todos os materiais odontológicos. Esta característica permite ao profissional observar nas radiografias a presença do material nas superfícies dentárias. O cimento Portland (CP) apresenta propriedades físico-químicas e biológicas semelhantes ao Agregado Trióxido Mineral (MTA), exceto pela partícula radiopacificadora. Objetivo: Avaliar a radiopacidade, atividade antimicrobiana e pH do MTA, CP puro e CP adicionado de radiopacificadores. Materiais e Métodos: Foram avaliados o MTA, CP e CP adicionado dos radiopacificadores: iodofórmio, óxido de chumbo, óxido de zircônio, subnitrato de bismuto, sulfato de bario e óxido de bismuto nas proporções 15%, 20% e 30%. Os cimentos foram submetidos à avaliação da atividade antimicrobiana e do pH. A radiopacidade foi avaliada por meio do sistema de radiografia digital semi-direto (Instrumentarium Kavo EXPRESS®). A atividade antimicrobiana foi analisada pelos testes de microdiluição e difusão em ágar. O microrganismo testado foi o Enterococcus faecalis, sendo uma cepa padrão (ATCC 29212) e seis cepas clínicas (LMA 26, LMA 27, LMA 28, LMA 29, LMA 31 e LMA 34). O pH foi aferido com pHmetro digital (pH Meter Pocket-sized,). Os testes estatísticos utilizados foram os testes Shapiro-Wilk de normalidade, análise de variância ANOVA e Tukey a nível de significância de 5%. Resultados: O CP puro apresentou o menor valor de radiopacidade. O MTA, CP + iodofórmio 20% (3,59 mmEq.Al), CP + óxido de bismuto 20% (4,79 mmEq.Al), CP + subnitrato de bismuto 20% (3,12 mmEq.Al), CP + sulfato de bário 30% (2,49 mmEq.Al), CP + óxido de chumbo 20% (3,18 mmEq.Al) e CP + óxido de zircônio 30% (4,28 mmEq.Al) foram as concentrações testadas na avaliação do pH e antimicrobiana. No teste de difusão em ágar, a cepa LMA 26 foi inibida pelo CP, CP + Iodofórmio 20%, CP + Óxido de Zircônio 30%, CP + Subnitrato de Bismuto 20% e CP + Óxido de Bismuto 20%. A cepa LMA 31 foi inibida pelas associações CP + óxido de zircônio 30% e CP + subnitrato de bismuto 20% e a cepa LMA 27 foi inibida pelo CP + subnitrato de bismuto 20%. As demais cepas não foram inibidas. No teste de microdiluição, a maioria das cepas foi inibida pelos materiais-testes, exceto a cepa ATCC 29212 que não foi inibida pelo CP + óxido de chumbo 20%, as cepas LMA 28, 29, 31 e 34 não foram inibidas pelas associações CP + óxido de chumbo 20% e CP + óxido de zircônio 30%, sendo que as cepas LMA 28 e 29 também não foram inibidas pelo CP + óxido de bismuto 20%. Todos os cimentos testados apresentaram alcalinidade em todos os períodos experimentais, sendo que o MTA apresentou os menores valores de pH. Conclusões: O MTA e as concentrações de CP adicionado de 20% do agente radiopacificador subnitrato de bismuto e CP adicionado do agente radiopacificador iodofórmio, 20% em peso, proporcionaram radiopacidade satisfatória, alcalinizaram o meio e promoveram atividades bactericida e bacteriostática contra as cepas de E.faecalis testadas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - LUÍS ROQUE ARAÚJO DOS SANTOS
Externo ao Programa - 426571 - MARIA DE FATIMA BATISTA DE MELO
Presidente - 2021396 - WILTON MITSUNARI TAKESHITA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12762-01b8f192c5