UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 22 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: FERNANDA OLIVEIRA DE CARVALHO
05/02/2016 11:47


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDA OLIVEIRA DE CARVALHO
DATA: 26/02/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Centro de Pesquisas Biomédicas HU
TÍTULO: Redução do stress oxidativo e de danos teciduais gerados pela inalação de fumaça em ratas wistar tratadas com nanopartícula lipídica sólida de carvacrol.
PALAVRAS-CHAVES: Lesão pulmonar, Carvacrol, Produto natural, Antioxidante, Inalação, Fumaça.
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

A lesão inalatória é a principal causa de morte em pacientes queimados e a sua fisiopatologia abrange múltiplos fatores, podendo, o sistema respiratório, apresentar deterioração em poucas horas e produzir uma grande quantidade de radicais livres. Carvacrol, um fenol monoterpênico, possui propriedades biológicas que servem como barreira de processos mediados por radicais livres. O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da nanopartícula lipídica sólida (NLS) de carvacrol sobre a lesão pulmonar de via aérea por inalação de fumaça em ratas Wistar. Tratou-se de um estudo experimental, longitudinal, com 18 ratas adultas, fêmeas, de cerca de 250-300 g. Todos os animais foram submetidos a inalação de fumaça, sendo distribuídos pelo método de randomização simples em três grupos de seis animais cada: o primeiro grupo (controle negativo - CTR), tratamento com nebulização de solução fisiológica a 0,9%; o segundo (controle positivo - OXG), tratamento com oxigenoterapia; e o terceiro grupo (CARV), tratamento com nebulização de NLS de carvacrol. Os animais foram sacrificados 24 horas após a indução da lesão inalatória e foi realizada a comparação do peso corporal do animal antes da indução da lesão e após 24 horas de lesão. Além disso, foram procedidas a análise histológica, hematológica e a concentração de mieloperoxidase (MPO) e de malondialdeído (MDA). A preparação da NLS de carvacrol foi realizada por fusão-emulsificação associada a homogeneização à alta pressão (HAP). Para comparação entre os grupos quanto as medidas de MDA, MPO e os parâmetros hematológicos foi aplicado análise de variância (ANOVA com o post test de Tukey) e para a comparação do peso dos animais antes e após os experimentos foi utilizado o teste t de Student para amostras pareadas, considerando significativos os valores que apresentaram p < 0,05. A análise histológica foi realizada de maneira descritiva. Os resultados da analíticos da preparação de NLS contendo carvacrol foram os seguintes: potencial zeta (-8,25 ± 0,19 mV), índice de polidispersão (PDI= 0,126 ± 0,015 com tamanho médio de 78,72 ± 0,85 nm) e diâmetro da partícula (D[4,3]=174 nm, d(0.5)=140 nm e span no valor de 1,70) e pH (5,26). Os resultados obtidos demonstraram que o tratamento com NLS de carvacrol minimizou a lesão inalatória, visto que reduziu MDA de maneira significativa, quando comparado ao grupo CTR e minimizou as alterações histológicas, sendo possível constatar ausência de enfisema pulmonar e de exsudato em lúmen de laringe e traqueia no grupo CARV, além da presença de uma lesão com características de cronicidade, diferentemente do que foi observado nos grupos CTR e OXG. Foi possível concluir que a NLS de carvacrol minimizou o estress oxidativo e os danos teciduais gerados pela inalação da fumaça em roedores.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2445308 - ADRIANO ANTUNES DE SOUZA ARAUJO
Externo ao Programa - 2891169 - ROSANA DE SOUZA SIQUEIRA BARRETO
Interno - 1511959 - TATIANA RODRIGUES DE MOURA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12692-c69972fb69