UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSEFA ALMEIDA DA SILVEIRA
02/02/2016 12:34


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSEFA ALMEIDA DA SILVEIRA
DATA: 19/02/2016
HORA: 17:00
LOCAL: Campus Prof. Alberto Carvalho
TÍTULO: Argumentação e Discurso Político: uma proposta para o ensino da Língua
PALAVRAS-CHAVES: Argumentação. Discurso político. Ensino da língua. Escrita. Oralidade.
PÁGINAS: 43
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
SUBÁREA: Língua Portuguesa
RESUMO:

Este trabalho, intitulado Argumentação e discurso político: uma proposta para o ensino da língua, apresenta uma sugestão para a aplicação da língua materna a partir do oral/escrito argumentativo. Parte dos conceitos de oralidade, produção textual, argumentação e discurso sob a ótica de diversos estudiosos, como Aristóteles, Bakhtin, Fiorin, Koch, Marcuschi, Perelman & Tyteca, entre outros; os preceitos dos Parâmetros Curriculares Nacionais e das Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica. Objetiva propor o desenvolvimento da capacidade do senso crítico, da leitura reflexiva, da organização das ideias, habilitando alunos do ensino fundamental para a análise de discursos de variadas instâncias políticas (discursos políticos disponíveis no You Tube) e o confronto com problemas vivenciados, a partir de registros coletados na comunidade, pelos discentes, via fotos, entrevistas, vídeos. Visa à produção de discursos, de forma coerente, a partir da análise da construção da argumentação, do convencimento e da persuasão. A proposta é sair de um ensino puramente normativo para um ensino mais reflexivo, com espaços de leitura, debates, numa produção oral e escrita, de forma significativa, considerando que leitura, interpretação, escrita e argumentação são essenciais no aprendizado da língua, entendendo o ensino como uma atividade interativa de expressão em que o aluno crítico, autônomo, pensa no que vai escrever, para quem vai escrever, e no objeto da produção. Propõe uma prática de ensino com ênfase para as (nas) estratégias argumentativas, a fim de formar um aluno leitor/produtor de textos, permitindo o exercício da cidadania. É uma proposta de projeto de intervenção para o Profletras, na perspectiva de construção da argumentação a partir de discursos políticos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2865742 - MARCIA REGINA CURADO PEREIRA MARIANO
Interno - 3583193 - DERLI MACHADO DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 2026538 - ISABEL CRISTINA MICHELAN DE AZEVEDO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e