UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 26 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: LUZINEIDE DE JESUS BEZERRA MODESTO
29/01/2016 14:41


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUZINEIDE DE JESUS BEZERRA MODESTO
DATA: 29/02/2016
HORA: 14:00
LOCAL: SALA DO PPGEN
TÍTULO: Avaliação da qualidade de vida de indivíduos antes e seis meses após inserção em um programa de perda de peso
PALAVRAS-CHAVES: Qualidade de vida, obesidade, redução de peso, promoção de saúde.
PÁGINAS: 73
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
SUBÁREA: Enfermagem Médico-Cirúrgica
RESUMO:

A obesidade tornou-se uma ameaça crescente para a população mundial e

dessa, provém vários problemas de saúde enfrentados pelos indivíduos. O

presente estudo teve como objetivo: avaliar a qualidade de vida relacionada à

saúde (QVRS) de participantes de um programa de perda de peso. Método:

Trata-se de um estudo observacional, descritivo, exploratório, prospectivo com

abordagem quantitativa para avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde

de indivíduos antes e seis meses após inserção no programa de perda de peso

do Ambulatório de Especialidades do Hospital da Universidade Federal de

Sergipe no período de 02 de maio de 2015 a 31 de janeiro de 2016. A coleta de

dados foi realizada por meio da aplicação de um questionário que contemplam

informações: sócio - demográficas e clínicas, além dos instrumentos IWQOL-

Lite e SF36, direcionados para a perda de peso e qualidade de vida

respectivamente. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva.

Os resultados obtidos foram: A maioria (61,5%) dos clientes que tiveram

acompanhamento regular das especialidades: endocrinologia, nutrição e

psicologia, obtiveram redução de peso maior ou igual a 8,0% do peso inicial e

aumento da QVRS com destaque para os domínios capacidade física e

autoestima. Os usuários (27,5%) que tiveram acompanhamento de dois

especialistas, endocrinologia e psicólogo ou endocrinologia e nutricionista,

obtiveram um resultado de perda de peso menor ou igual a 5%, sem melhora

significativa para os domínios. Usuários que tiveram consulta somente com um

dos especialistas do serviço (17%), apresentaram perda de peso inferior a 3%

ou não apresentaram perda alguma, mantendo o mesmo escore da avaliação

inicial da QVRS. Conclusão: Nossos resultados sugerem que a perda de peso

está diretamente relacionada ao aumento da qualidade de vida, assim como à

necessidade de uma atenção que contemple as questões clínicas, nutricionais

e psicológicas dos usuários. Futuros estudos são necessários para ajustes no

tratamento da população obesa, considerando a interferência conjunta de

outros profissionais, que potencializem estratégias eficazes em políticas

públicas de saúde na perspectiva da melhoria da qualidade de vida relacionada

à redução do peso.

Palavras chave: qualidade de vida, obesidade, redução de peso, promoção de

saúde.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 6426549 - ANA CRISTINA FREIRE ABUD
Externo ao Programa - 2312809 - ANA DORCAS DE MELO INAGAKI
Interno - 2102691 - CRISTIANE FRANCA LISBOA GOIS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5