UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 27 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: ALINE MAGNA CARDOSO BARROSO LIMA
29/01/2016 09:58


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALINE MAGNA CARDOSO BARROSO LIMA
DATA: 25/02/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de aula do PPGS - Didática 2
TÍTULO: REVOLTA DOS DÂNDIS. A elite da advocacia pública sergipana, profissionalismo e poder.
PALAVRAS-CHAVES: profissionalização - advocacia pública - poder político - meritocracia.
PÁGINAS: 268
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
SUBÁREA: Outras Sociologias Específicas
RESUMO:

Este trabalho tem por objeto o estudo dos padrões de recrutamento e seleção da elite dos advogados públicos sergipanos. Partindo do exame das relações entre o espaço jurídico e político no processo de institucionalização da carreira de procurador de estado em Sergipe, a pesquisa centrou-se em apreender as condicionantes históricas e sociais preponderantes na composição da elite dirigente do grupo. Recentemente, os procuradores de estado reabriram a discussão sobre a importância de sua profissão, com o firme propósito de deslanchar o processo de profissionalização da carreira, que passa pela implantação da ideologia da profissionalização e meritocracia importada de países centrais. Os conflitos daí decorrentes circunscrevem-se no contexto da necessidade de demarcação das fronteiras entre o profissional e o político, num país que historicamente pautou o acesso e mobilidade nas carreiras jurídicas pela lógica das relações pessoais. A partir da investigação sobre as regras de ocupação de altas posições no espaço dos procuradores, a intenção do trabalho, ao discutir questões em torno do problema da profissionalização das carreiras de procurador de Estado, é examinar a forma de produção dos discursos e da alternância de posições dentro do grupo ao enfrentar os questionamentos sobre práticas sociais, concepções e significados em jogo na interação destes indivíduos singularmente considerados e dos grupos que se formaram dentro do espaço social comum. O exame da composição da elite dirigente da instituição, em diferentes períodos históricos, e das recentes clivagens do grupo revelou que os efeitos da diversificação social e demográfica do grupo, a partir da década de 1990, se tornou, progressivamente, o móvel dos conflitos no interior do campo que, a despeito disto, manteve a antiga lógica de recrutamento e seleção de sua elite dirigente, recrutada fundamentalmente entre os detentores de origens notáveis, dotados de capitais de relação social e política necessários para vencer o jogo.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FABIANO ENGELMANN
Presidente - 2024417 - JULIO CESAR COSSIO RODRIGUEZ
Interno - 2020950 - MARIANA SELISTER GOMES
Interno - 1778934 - MARINA DE SOUZA SARTORE
Externo à Instituição - VERONICA TEIXEIRA MARQUES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5