UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: ALINE DE OLIVEIRA RIBEIRO
25/01/2016 10:21


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALINE DE OLIVEIRA RIBEIRO
DATA: 22/02/2016
HORA: 08:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO CCBS- DIDÁTICA I
TÍTULO: "INSERÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA ESPECIALIZAÇÃO OBSTÉTRICA NO ESTADO DE SERGIPE: NARRATIVAS HISTÓRICAS"
PALAVRAS-CHAVES: Enfermagem Obstétrica, História, Desenvolvimento
PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
SUBÁREA: Enfermagem Obstétrica
RESUMO:

Este estudo apresentou como objetivo geral analisar historicamente o processo de inserção, formação, consolidação e desenvolvimento da especialização em Enfermagem Obstétrica no estado de Sergipe. Trata-se de uma pesquisa descritiva, de abordagem qualitativa cujas narrativas foram obtidas pelo método da História Oral Temática entre os meses de fevereiro a maio de 2015. Foram depoentes deste estudo 37 enfermeiros obstétricos (EO). O recorte temporal compreendeu o período entre os anos de 2001 a 2014 e o recorte espacial abrangeu maternidades de caráter público, privado e filantrópico, Instituições de Ensino Superior e equipes de Estratégia Saúde da Família. Os achados revelaram que o ano de 2001 inaugurou o primeiro Curso de Especialização em Enfermagem Obstétrica neste estado, numa parceria entre a Universidade Federal de Sergipe (UFS) e o Ministério da Saúde (MS). Esse curso continuou a ser ofertado regularmente pela Universidade Tiradentes (UNIT) a partir do ano de 2006 e a partir do ano de 2013 o Hospital Universitário- HU/UFS passou a ofertá-lo na modalidade de Residência. Foram encontrados EO atuantes na assistência tanto no Pré-Natal quanto nas maternidades; à frente da gestão de maternidades e programas ligados à área obstétrica e da saúde da mulher e na docência de cursos de Graduação em Enfermagem nas disciplinas relacionadas também a essas áreas. Os resultados apontaram ainda que a inserção do EO nesses distintos serviços e a consequente possibilidade de atuação com enfoque nas práticas assistenciais obstétricas provocou mudanças favoráveis, que se refletem, sobretudo, na qualidade da assistência ofertada. Desafios ainda se apresentam à plena atuação desses profissionais tendo destaque para o hibridismo entre atribuições assistenciais e burocrático-administrativas, onde muitas vezes são privilegiadas essas em detrimento daquelas, além da perpetuação, em alguns espaços, da hegemonia médica. O crescimento numérico e qualitativo dessa categoria levou parte dos seus representantes a se organizarem profissionalmente, fato que culminou na criação da Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstétricos (ABENFO) secção Sergipe, no final do ano de 2014. DESCRITORES: especialização em enfermagem obstétrica; enfermeiros obstétricos; história oral temática.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2178493 - MARIA CLAUDIA TAVARES DE MATTOS
Interno - 2102691 - CRISTIANE FRANCA LISBOA GOIS
Interno - 426676 - MARIA PONTES DE AGUIAR CAMPOS
Externo à Instituição - ANA PAULA LEMOS VASCONCELOS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307