UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: DANIELE MARIN NARDELLO
22/01/2016 15:04


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANIELE MARIN NARDELLO
DATA: 25/02/2016
HORA: 09:00
LOCAL: SALA RUTE
TÍTULO: Características epidemiológicas dos óbitos fetais e neonatais precoces em filhos de pacientes com near miss.
PALAVRAS-CHAVES: near miss, óbitos fetais, óbitos neonatais
PÁGINAS: 98
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Objetivo: Identificar as características epidemiológicas dos óbitos fetais e neonatais

precoces, entre pacientes com near miss materno e os fatores associados a este

desfecho. Método: estudo transversal, cuja população foi composta por 79 mulheres

near miss, identificadas no período de um ano e dos recém-nascidos destas pacientes.

Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas e investigação dos prontuários. As

variáveis foram analisadas por meio de frequências simples e percentual. Para avaliar

associação entre as variáveis utilizou-se o teste Exato de Fisher. Para análise

multivariada foi usado o mapa perceptual construído a partir da análise de

correspondência múltipla utilizada as variáveis que foram significativas a 20,0%.

Resultados: Entre as mães near miss, as desordens hipertensivas (pré-eclâmpsia grave,

eclâmpsia, hipertensão) totalizaram 32 casos (40,5%) e destes, 14 (58,3%) foram DFNA

(p-valor 0,046). A maior prevalência de DFNA foi proveniente de parto cesário 20

(83,3%), de mulheres com 2 a 3 filhos, 11 (45,8%) e sem natimortos anteriores, 17

(70,8%), tendo sido verificado significância para esta ultima variável p 0,038. Na

análise dos DFNA foi encontrado significância para os recém-nascidos admitidos na

UTIN 17 (70,8%) p <0,001, crianças com idade gestacional < 32 semanas, 10 (41,6%) p

<0,001, peso ao nascer < 2500 16 (66,7%) p 0,001, e APGAR de 5 minutos, < 7, 9

(52,9%) p <0,001, asfixia neonatal 9 (50%) p <0,001 e desconforto respiratório precoce

13 (72,2%) p 0,002. Conclusão: as características dos óbitos fetais e neonatais precoces,

entre pacientes com near miss materno tiveram associação forte com o desfecho fetal e

neonatal adverso as mães com desordens hipertensivas, as características significantes

para o desfecho entre os recém-nascidos foram a prematuridade, APGAR de 5 minutos,

< 7, asfixia neonatal e desconforto respiratório precoce.

Descritores: Relações Materno-Fetais; Complicações na Gravidez; Epidemiologia;

Morte Fetal; Morte Perinatal.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1050204 - ALZIRA MARIA D AVILA NERY GUIMARAES
Interno - 2102691 - CRISTIANE FRANCA LISBOA GOIS
Interno - 2178493 - MARIA CLAUDIA TAVARES DE MATTOS
Interno - 426676 - MARIA PONTES DE AGUIAR CAMPOS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307