UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 24 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: PRISCILLA BISPO DE CARVALHO BARBOSA
08/01/2016 15:39


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PRISCILLA BISPO DE CARVALHO BARBOSA
DATA: 22/01/2016
HORA: 09:30
LOCAL: Sala 04 da Didática II- Campus da Saúde
TÍTULO: Percepção estética de leigos e profissionais da área da saúde em relação à alterações horizontais da mandíbula em diferentes grupos étnicos
PALAVRAS-CHAVES: Assimetria Facial. Estética. Julgamento. Mandíbula. Percepção.
PÁGINAS: 55
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

A preocupação com a beleza tem se mostrado cada vez mais evidente na sociedade e tornou-se um pré-requisito que comanda as relações pessoais e profissionais. O presente estudo tem por objetivo avaliar a percepção da beleza e atratividade facial diante de alterações horizontais simuladas na mandíbula, tomando por base a opinião de leigos e profissionais da área da saúde. Para tanto, foi utilizado um grupo de 8 indivíduos, divididos igualmente entre as etnias alvo deste estudo (leucodermas, melanodermas, faiodermas e xantodermas), em ambos os sexos. Foi realizada uma pré-seleção das fotografias de 32 indivíduos com idade entre 18 e 29 anos, sendo quatro homens e quatro mulheres para cada uma das etnias especificadas, em agências de modelos e estúdios de fotografias da cidade de Aracaju/SE. Em seguida, foi agendada uma avaliação desses indivíduos, realizada por dois avaliadores, com a finalidade de escolher dois indivíduos (1 homem e 1 mulher) para cada uma das etnias. Os indivíduos selecionados para compor a amostra, foram conduzidos à um estúdio fotográfico para realização de fotografias faciais padronizadas em norma frontal. As fotografias foram digitalizadas e exportadas para um computador, onde foi aplicada a técnica de espelhamento para estabelecer o padrão simétrico dessas imagens. Tomando por base a proeminência anterior mentoniana, foram realizadas alterações nessas imagens de 2 em 2 graus em sentido horizontal na mandíbula até atingir um desvio de 8 graus. Para manipulação dessas imagens foi utilizado o programa Adobe Photoshop CS5. Ao final, foi obtido um total de 5 imagens para cada indivíduo, totalizando 40 imagens. As imagens foram organizadas aleatoriamente, numeradas e apresentadas a 60 avaliadores (Leigos, Ortodontistas e Cirurgiões Bucomaxilofaciais), sendo 20 indivíduos por grupo. A avaliação foi realizada por meio do programa Microsoft Office Power Point juntamente com um questionário. Os avaliadores julgaram as imagens de acordo com uma escala de agradabilidade graduada de 0 a 10 (0 nada agradável, 5 agradável/aceitável e 10 extremamente agradável). Em seguida, os avaliadores julgaram a imagem mais agradável e a menos agradável dentre as 5 imagens de cada um dos modelos utilizados na pesquisa. Foi realizada uma análise descritiva dos dados e foi possível inferir que a face mais bem avaliada segundo foi a do negro com 2 graus de desvio horizontal mandibular e a imagem a menos agradável, segundo a estética facial, foi a branca com 8 graus de desvio mandibular. De modo geral, os leigos deram as notas mais altas e as mais baixas foram dadas pelos cirurgiões bucomaxilofaciais, constatando que o nível de conhecimento estético dos profissionais odontólogos influencia em seus julgamentos quanto à estética facial.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1783432 - PAULO HENRIQUE LUIZ DE FREITAS
Externo ao Programa - 2074362 - KELLY DA SILVA
Externo ao Programa - 2926720 - CARLA PATRICIA HERNANDEZ ALVES RIBEIRO CESAR

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5