UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 29 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: SAVIL COSTA VAEZ
12/11/2015 14:21


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SAVIL COSTA VAEZ
DATA: 02/12/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Sala Teórica do Departamento de Odontologia
TÍTULO: USO DO ETODOLACO PREEMPTIVO NA REDUÇÃO DE SENSIBILIDADE RELACIONADA AO CLAREAMENTO DENTAL: ESTUDO CLÍNICO RANDOMIZADO CONTROLADO TRIPLO CEGO
PALAVRAS-CHAVES: Anti-inflamatórios; Clareamento Dental; Sensibilidade da dentina.
PÁGINAS: 53
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

O presente estudo avaliou a eficácia do uso do Etodolaco preemptivo na sensibilidade dental causada pelo clareamento dental. Este ensaio clínico randomizado, controlado triplo cego foi realizado em cinquenta pacientes, usando o Etodolaco 400 mg para o grupo experimental e placebo para o grupo controle. Uma hora antes de cada sessão, cada paciente recebiam uma cápsula contendo placebo ou Etodolaco, sendo que na segunda sessão recebiam tratamento diferente da primeira (desenho crossover). A sequência de tratamento foi randomizada previamente ao inicio da pesquisa. Aplicou-se um questionário de ansiedade (Escala de Corah) e a avaliação inicial de sensibilidade foi realizada através de uma escala visual (EVA) e uma escala verbal (EVR). O clareamento foi realizado com peróxido de hidrogênio a 35% (Whiteness HP Blue, FGM, Joinvile, SC, Brasil) por 40 minutos, em duas sessões com intervalo de uma semana. O nível de sensibilidade foi mensurado antes, durante (20’ e 40’) e 24 horas após o procedimento clareador usando a EVA e EVR. A alteração de cor dos elementos dentais foi mensurada através do sistema Cielab (com espectrofotômetro Easy Shade) e da escala Vita Bleach Guide, nos tempos: inicial e uma semana após cada procedimento de clareamento dental. Os dados referentes a escala de clareamento foram analisados considerando as médias de pontuação observada no início do estudo e após cada sessão; e as diferenças (delta) entre duas medições consecutivas. Diferenças sobre presença/ ausência de sensibilidade foram analisados ​​pelo teste exato de Fisher, e as escalas de avaliação da sensibilidade dental, o teste de Mann-Whitney. Para ambas as escalas de avaliação da sensibilidade dental, os dados dos escores em cada momento de avaliação/ sessão de clareamento, foram submetidos ao teste de Mann-Whitney. Os resultados demonstraram que, apenas com a EVA, na segunda sessão, houve alguma diferença estatística, no entanto, não conseguiu eliminar ou diminuir a sensibilidade entre os tratamentos nos tempos avaliados. Houve um clareamento efetivo para ambos os grupos, com uma variação de 8,4 para 3,7 na escala Bleach Guide, e de de 9,5 a 10,1 para o Easy Shade. O risco e nível de sensibilidade trans e pós clareamento dental de consultório, no geral, não foram eliminados com o uso preemptivo do Etodolaco ao procedimento clareador.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2127825 - CARLOS EDUARDO PALANCH REPEKE
Presidente - 2016129 - FLAVIA PARDO SALATA NAHSAN
Interno - 2030378 - LUIZ RENATO PARANHOS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12762-01b8f192c5