UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Junho de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: PHILIPPE CORREIA SOUZA CAMPOS
05/11/2015 09:37


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PHILIPPE CORREIA SOUZA CAMPOS
DATA: 09/11/2015
HORA: 08:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO PÓLO DE GESTÃO DA POSGRAP
TÍTULO: Identificação e utilização de feromônio no controle populacional de Cratosomus flavofasciatus (Coleoptera: Curculionidae)
PALAVRAS-CHAVES: Comportamento, Sinais químicos, Feromônios
PÁGINAS: 20
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Ecologia
SUBÁREA: Ecologia Aplicada
RESUMO:

Os insetos são os animais que mais utilizam as substâncias químicas do meio ambiente para sobreviver, posto que, tais substâncias são responsáveis por diversas atividades comportamentais. As substâncias responsáveis por desencadear respostas nos indivíduos receptores são chamadas de semioquímicos. Os compostos envolvidos na comunicação que apresentam relação intraespecífica, ou seja, emissão e recepção de sinais químicos entre indivíduos da mesma espécie são denominados feromônios. Por se tratar de substâncias com potencial de influenciar o comportamento dos insetos, o uso de feromônios visando o monitoramento e controle de pragas tem aumentado com o passar dos anos, principalmente devido à necessidade de técnicas alternativas ao uso excessivo de inseticidas. Existem muitas pragas que atacam a laranjeira, Citrus sinensis, causando enormes prejuízos durante todo o seu ciclo. Dentre elas, pode-se citar a broca da laranjeira, Cratosomus flavofasciatus, um coleóptera da família Curculionidae. Os insetos adultos serão coletados em uma plantação comercial de laranja no município de Lagarto, estado de Sergipe. Será realizada a coleta de voláteis emitidos por C. flavofasciatus utilizando o processo de aeração. O referido procedimento ocorrerá com a separação de grupos de 20 machos e 20 fêmeas em uma câmara de aeração com pedaços de C. sinensis frescos. Os caules de citros serão trocados a cada 24 horas e os insetos mantidos sempre em quantidade de 20 adultos, realizada a reposição caso necessário. Visando estabelecer uma comparação entre os compostos liberados por cada sexo, será injetada uma alíquota de 1,0 µl de todos os extratos obtidos na aeração em um cromatógrafo a gás Varian 3800 contendo uma coluna capilar DB-5 (30m X 0.25 mm X 0.25 mm) (J&W Scientific, Folson, Califórnia). A resposta comportamental de machos e fêmeas de C. flavofasciatus será testada por meio de bioensaios realizados com olfatômetro em “Y” de dupla escolha. Será realizado o procedimento com Eletroantenograma a fim de atribuir quais dos compostos presentes são os responsáveis pela atividade biológica. A atratividade dos insetos aos compostos sintéticos também será testada em um olfatômetro em Y. Os testes de campo serão conduzidos em parcelas pré-definidas em pomares comerciais localizados no estado de Sergipe, uma vez que a identificação dos compostos tenha sido realizada. Nesse sentido, o presente estudo almeja obter uma nova técnica de controle para C. flavofasciatus que seja ao mesmo tempo eficiente e não agrida o meio ambiente.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2019137 - BIANCA GIULIANO AMBROGI
Externo à Instituição - MARCELO DA COSTA MENDONCA
Externo à Instituição - DELIA MILAGROS PINTO ZEVALLOS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15440-bf36319aa9