UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LAILA THAISE BATISTA DE OLIVEIRA
06/10/2015 11:06


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LAILA THAISE BATISTA DE OLIVEIRA
DATA: 22/10/2015
HORA: 10:00
LOCAL: DCOS
TÍTULO: PRETA, NEGRA, NEGUINHA: UMA CONSTRUÇÃO DA RAÇA NA TELENOVELA “DA COR DO PECADO”
PALAVRAS-CHAVES: Representação; Telenovela; Raça; Gênero
PÁGINAS: 74
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Comunicação
RESUMO:

A presente dissertação tem como objetivo compreender de que forma a telenovela, como narrativa audiovisual, contribui para a construção da categoria raça através da personagem Preta da telenovela “Da Cor do Pecado”, exibida pela Rede Globo em 2004, de autoria de Emanuel Carneiro e direção de Denise Saraceni. Essa investigação parte da observação de uma retórica da narrativa que irá considerar os diálogos e cenas onde a protagonista está presente ou é citada. Para este fim será aplicado o procedimento metodológico proposto por Diana Rose (2002), denominado por ela de Análise de Imagens em Movimento. Ainda que tenhamos identificado confluência do método citado com a Análise de Conteúdo, de Laurence Bardin, entendemos que as etapas propostas pela autora são de extrema valia para o objeto da presente pesquisa. O trabalho está dividido em dois momentos, a primeira parte se debruçará em traçar um apanhado da trajetória da mulher negra na sociedade brasileira, considerando seus aspectos socioeconômicos desde o período império até o pós-abolição, perpassando pela organização da população negra como movimento social com o surgimento do movimento negro e do movimento de mulheres negras. A segunda parte tratará de abordar a mídia, a telenovela e suas técnicas, trazendo uma discussão sobre as representações sociais e ideologia midiática, refletindo de que forma a retórica contribui para a construção das representações e estereótipos das mulheres negras nas produções veiculadas, e como tais representações ainda são reféns de um sistema que mantem essas mulheres hierarquicamente inferiores em detrimento de outras representações. Ao final, o trabalho tratará de analisar meticulosamente os diálogos e cenas que apresentam a personagem Preta, com o objetivo de compreender de que forma a telenovela, como narrativa seriada mais consumida e difundida no país, contribui através de sua retórica para a construção da categoria “negra” como raça.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2159814 - RENATA BARRETO MALTA
Interno - 2019547 - GREICE SCHNEIDER
Externo à Instituição - EDILEUZA PENHA DE SOUZA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307