UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: IRLANEIDE DA SILVA TAVARES
01/10/2015 09:11


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IRLANEIDE DA SILVA TAVARES
DATA: 16/10/2015
HORA: 13:00
LOCAL: sala 26 Centro de Pesquisas Biomédicas
TÍTULO: Overview de Revisões Sistemáticas e Metanálises do Valor Diagnóstico e Prognóstico da Angiotomografia Computadorizada das Coronárias na Emergência
PALAVRAS-CHAVES: Tomografia Computadorizada Multidetectores. Doença da Artéria Coronária. Serviços Médicos de Emergência. Revisão. Metanálise.
PÁGINAS: 78
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
RESUMO:

O objetivo deste estudo foi integrar e sintetizar as informações contidas nas revisões sistemáticas e metanálises relacionadas a utilidade clínica da angiotomografia computadorizada de coronária (CTA) na emergência. A pesquisa foi realizada sistematicamente para estudos publicados entre 01 de janeiro de 2004 e 22 de julho de 2015 e incluídas revisões sistemáticas e metanálises que abordaram a performance diagnóstica e predição de eventos da CTA ≥ 64 canais. O teste de correlação de Spearman foi empregado para analizar a associação entre a sensibilidade e a razão de falso positivo; já o teste do chi-quadrado (χ2) foi aplicado para avaliar a heterogeneidade da sensibilidade e da especificidade. Potencial heterogeneidade entre os estudos foi avaliada utilizando o teste Q de Cochran ou pela estatística I2 de Higgins e Thompson. Para metanálise foi utilizado o pacote “mada” (R Core team, 2012). Após a estratégia da pesquisa restaram para o overview 13 estudos, sendo utilizados 10 para metanálise. Incluídos 4831 pacientes, com média de idade de 54±6,2 anos, 51,4% do sexo masculino, 46% hipertensos, 32,5% dislipidêmicos, 13,1% diabéticos e 25,7% com história familiar de doença arterial coronária (DAC) precoce. Para metanálise foram 1655 pacientes. Para acompanhamento do efeito de diferentes ponto de corte da obstrução coronariana significativa foi analisada a correlação da sensibilidade com a taxa de falso positivo e encontrado o coeficiente de correlação de Spearman de 0,045, com p>0,05 (IC95%: -0,602 a 0,656), representando correlação fraca e não significativa. O teste de igualdade demonstrou homogeneidade para sensibilidade [χ2=8,36, (gl=9), com p=0,5] e heterogeneidade para especificidade [χ2=55,55 (gl=9), com p<0,001]. À análise univariada observou-se homogeneidade da DOR [Q=8,5 (gl=9), p=0,48 e I2=0%]. A área sob a curva (AUC) de 0,982 (IC95%: 0,999 a 0,967); Houve grande variabilidade entre os estudos nos desfechos avaliados. Não ocorreram mortes, houveram 29 (0,6%) infartos, 92 (1,9%) revascularizações e 312 ( 6,4%) cineangiocoronariografias. O diagnóstico de síndrome coronariana aguda (SCA) ocorreu em 7,3% dos 1655 pacientes incluídos na metanálise. Quatro ensaios clínicos randomizados avaliaram o tempo e o custo de permanência hospitalar, onde observou-se a redução do tempo hospitalar no grupo submetido a CTA e em três estudos houve redução dos custos nesse grupo, quando comparados a conduta padrão. Os resultados demonstram que em pacientes com sintomas sugestivos de síndrome coronariana aguda com um eletrocardiograma inicial não diagnóstico, a CTA apresenta alta acurácia, excelente prognóstico, redução do tempo de permanência e custo hospitalar. O uso da CTA como ferramenta para estratificação de pacientes com risco cardiovascular baixo ou intermediário que se encontram na emergência com dor no peito, expressa alta acurácia e segurança. A ausência de DAC na CTA não apenas exclui a doença, como também fornece um excelente prognóstico.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 426692 - ANTONIO CARLOS SOBRAL SOUSA
Interno - 1315121 - DIVALDO PEREIRA DE LYRA JUNIOR
Externo à Instituição - MARCOS ANTONIO ALMEIDA SANTOS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307