UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: GILDETE CECILIA NERI SANTOS
13/08/2015 14:18


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GILDETE CECILIA NERI SANTOS
DATA: 13/08/2015
HORA: 17:30
LOCAL: miniauditório
TÍTULO: “Os efeitos de sentido das manchetes de jornais popularescos como incentivo à leitura de jornais
PALAVRAS-CHAVES: Palavras-chave: Jornal Superpopular; jornais populares; ensino-aprendizagem; língua portuguesa; deslocamento de sentidos; leitura crítico-discursiva
PÁGINAS: 86
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
SUBÁREA: Língua Portuguesa
RESUMO:

Neste trabalho, demonstramos a validade do ensino-aprendizagem em língua materna por meio de unidades didáticas que tomam como análise os efeitos de sentido subjacentes às manchetes de jornais popularescos, neste caso, o Jornal Superpopular. Este semanário popularesco foi veiculado entre 27 de janeiro de 2011 e 27 de março de 2014, principalmente no estado de Sergipe. Suas manchetes utilizam gírias, piadas, provérbios e fraseologias cotidianas às classes populares, em prol de, dentre outros objetivos, atingir essas camadas que tem pouco acesso à leitura e, mais ainda, a leitura de jornais. Sob a perspectiva da Linguística Textual, cotejam-se os deslocamentos de sentidos nessas manchetes, a partir de enunciados já consolidados na memória do leitor, como provérbios, músicas e ditados populares, o détournement, apontando o efeito militante e lúdico que tais construções morfossintático-semântico-lexicais trazem, a fim de despertar nos alunos da Educação Básica o interesse pela leitura, em especial o gênero textual notícia. Nosso corpus traz à baila as notícias veiculadas nesse jornal, em que é possível encontrar acentos apreciativos de notícias ao mesmo tempo chocantes, bem humoradas e sensacionalistas, objetivando a adesão dos discursos sutilmente perpetuados por ele. Neste trabalho, analisaremos como a relação entre os sujeitos e a situação de produção desses enunciados auxiliam na construção de sentido, fazendo com que um interlocutor que desconheça os textos anteriores à produção não construa um efeito de sentido satisfatório.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1625620 - JOSE RICARDO CARVALHO DA SILVA
Externo à Instituição - Leonor Werneck dos Santos
Externo ao Programa - 2205727 - VERONICA DOS REIS MARIANO SOUZA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e