UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Junho de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: EDUARDO VINICIUS DA SILVA OLIVEIRA
10/07/2015 13:47


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDUARDO VINICIUS DA SILVA OLIVEIRA
DATA: 16/07/2015
HORA: 15:00
LOCAL: Sala 02 do Bloco B do DBI/UFS
TÍTULO: Dinâmica espacial e temporal de uma comunidade vegetal de Caatinga
PALAVRAS-CHAVES: biomassa, estoque de Carbono, sucessão vegetal, fitossociologia
PÁGINAS: 15
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Ecologia
SUBÁREA: Ecologia de Ecossistemas
RESUMO:

A vegetação predominante no semiárido brasileiro é caracterizada por formações arbustivo-arbórea hierarquizadas em diversas fitofisionomias, compondo um complexo denominado genericamente de Caatinga. Constata-se para as Caatingas de forma geral uma grande escassez de informações no que se refere à dinâmica temporal das suas comunidades vegetais, principalmente em relação à biomassa e o estoque de Carbono. Estudos de dinâmica temporal são importantes para o entendimento das mudanças climáticas e do equilíbrio global do Carbono, além de subsidiar ações de conservação. Este projeto tem por objetivo avaliar a dinâmica temporal de uma comunidade vegetal de Caatinga localizada no município de Poço Verde, no semiárido sergipano, em um período de quatro anos. Serão realizadas coletas de espécimes vegetais férteis (com flor e/ou fruto) através de caminhadas na área de estudo seguindo métodos usuais. Para o levantamento da estrutura do estrato arbustivo-arbóreo serão utilizadas 30 parcelas de 20 x 20 (400 m²), distribuídas na área de estudo por meio do método da área fixa. Serão medidos todos os indivíduos com circunferência a altura do peito (CAP) maior que seis centímetros a 1,3 m do solo. Com uso do CAP dos indivíduos, a biomassa vegetal será estimada através de equações alométricas presentes na literatura e o estoque de Carbono considerando o valor usual que este ocupa na biomassa (0,47). A seguir esses dados serão comparados com um levantamento anterior realizado na mesma área de estudo (2011) e as diferenças nos parâmetros fitossociológicos serão testadas estatísticamente. Espera-se que os dados climáticos e o estado de conservação da área de estudo possam explicar as possíveis diferenças observadas no período de análise.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1517971 - ANA PAULA DO NASCIMENTO PRATA
Interno - 2019114 - SIDNEY FEITOSA GOUVEIA
Externo à Instituição - EVERARDO VALADARES DE SA BARRETTO SAMPAIO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15440-bf36319aa9