UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 29 de Janeiro de 2023

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de DEFESA: DANIELA VENCESLAU BITENCOURT
18/06/2015 15:46


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANIELA VENCESLAU BITENCOURT
DATA: 03/07/2015
HORA: 15:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO SOCIAL: ASPECTOS DIMENSIONAIS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EM MUNICÍPIOS SERGIPANOS.
PALAVRAS-CHAVES: Administração; Gestão Social; Desenvolvimento Sustentável;Municípios Sergipanos
PÁGINAS: 112
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

Os esforços empreendidos pelos setores público, privado e terceiro setor para o desenvolvimento local sustentável tem sido, via de regra, concentrada nos indice do desenvolvimento e no interesse crescente do uso de indicadores como uma forma de
atender aos interesses locais, diminuir a pobreza e atender as necessidades básicas dos seus munícipes. As gestões municipais necessitam ampliar o debate sobre as responsabilidades dos municípes no processo participativo de tomada de decisões de modo a promover o bem-estar social e no desenvolvimento local sustentável. Neste aspecto, a presente tese objetiva analisar o papel da gestão social como promotora do desenvolvimento local sustentável e, para tanto buscou-se calcular os índices de desenvolvimento sustentável dos municípios sergipanos; avaliar os níveis de sustentabilidade entre as dimensões (social, demográfica, economica, político-institucional, ambiental e cultural) de cada município; apresentar um panorama da situação dos niveis de sustentabilidade entre os municípios no Estado de Sergipe; explicar a gestão social na promoção do desenvolvimento local sustentável. Para a concretização dessa trajetória de pesquisa fez-se a opção pelo método dialetico e pelo método comparativo cruzando os dados obtidos por meio do cálculo dos indices de desenvolvimento sustentável entre os municipios os seus pontos de extrangulamentos entre as dimensões mediante o cruzamento das variaveis extraídas das informações encontradas: no IBGE; no SNIS; no DATASUS; no FEINBRA; no PNUD e outros sites de dominio público sobre a situação de cada município. Conclui-se, portanto, que a participação dos munícipes é condição sine qua nom na tomada de decisões e na obtenção do desenvolvimento local sustentável e como um desafio para os gestores que atuam na perspectiva da gestão social para além das suas competências administrativas desenvolver ação multidimensional que implique recursos, geração de cultura, renda e emprego para todos, ação educacional e ambiental, prevenção a saúde pública; organização comunitária, colaboração interinstitucional, parcerias entre público e privado de modo coletivo e com responsabilidade social.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1316620 - ALCEU PEDROTTI
Externo ao Programa - 4178490 - INAJA FRANCISCO DE SOUSA
Externo à Instituição - IVANA SILVA SOBRAL
Interno - 2273536 - LAURA JANE GOMES
Presidente - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Externo ao Programa - 426291 - NAPOLEAO DOS SANTOS QUEIROZ
Interno - 2178474 - ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2023 - UFRN v3.5.16 -r18277-8067e35817