UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 25 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: MARIA DO SOCORRO SALES MARIANO
05/03/2015 10:19


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA DO SOCORRO SALES MARIANO
DATA: 27/03/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório da Pós - Graduação - Didática II
TÍTULO: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS SOBRE O TRABALHO: UM ESTUDO DA QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO DO POLICIAL MILITAR EM ARACAJU/SE
PALAVRAS-CHAVES: Representações Sociais, Trabalho, Policial Militar.
PÁGINAS: 154
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
SUBÁREA: Outras Sociologias Específicas
RESUMO:

Esta pesquisa teve como objetivo analisar as representações sociais, socialmentecompartilhadas e elaboradas, acerca do trabalho e da profissão do policial militar, e investigara relação destas representações com a qualidade de vida no trabalho dos policiais emAracaju/Se. As representações sociais, no caso das polícias, tendem em diferentes contextos arelacioná-las ao risco, ao enfrentamento à criminalidade e a aproximação com aspectossocialmente indesejáveis como o crime, a corrupção, a violência, riscos a saúde e a morte. Aose considerar a polícia como profissão, destaca-se como uma especialização na divisãosociotécnica do trabalho. A atividade de trabalho do policial militar se expressa pela produçãodo valor de uso e valor de troca na sociedade, ou seja, quanto ao uso refere-se ao serviço desegurança publica oferecida a sociedade e a troca refere-se ao preço pago pelo seuempregador, o Estado, pelo seu serviço. Desta forma entende-se que o policial militar é umtrabalhador que pode ser incluído na classe-que-vive- do- trabalho. A pesquisa empírica tevea participação de 274 policiais militares, distribuídos nas unidades de policiamento ostensivoespecializado: Grupamento Especial Tático Motorizado- GETAM, Batalhão de Policia deChoque- BPChoq, Companhia de Polícia de Rádio Patrulha- CPRp e o Quartel do ComandoGeral – QCG. As representações construídas pelos policiais revelam a importância dotrabalho na dinâmica social destes agentes, constituídas pela possibilidade de garantias derealizações nos aspectos individuais (sobrevivência, suporte social, realizações) e aspectossociais do trabalho (utilidade social da profissão, desenvolvimento da carreira). Por outrolado, ressaltam o pouco apoio que a Instituição Militar disponibiliza para atender as demandasdo trabalho. A análise das representações sobre o trabalho permitiu identificar as relaçõesestabelecidas entre os trabalhadores (policial militar) e as formas de estruturação de suaatividade, assim como, as condições de trabalho e os impactos nas situações de violência,saúde e trabalho.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA LUCIA BARRETO DA FONSECA
Interno - 1568142 - CHRISTINE JACQUET
Presidente - 2222766 - MARCUS EUGENIO OLIVEIRA LIMA
Externo ao Programa - 426266 - MARIA HELENA SANTANA CRUZ
Interno - 1195417 - WILSON JOSE FERREIRA DE OLIVEIRA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5