UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 25 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: WERLISSANDRA MOREIRA DE SOUZA
02/02/2015 09:51


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: WERLISSANDRA MOREIRA DE SOUZA
DATA: 25/02/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Farmácia UFS
TÍTULO: AVALIAÇÃO DE COMPETENCIAS NECESSÁRIAS PARA A PRÁTICA DA ATENÇÃO FARMACÊUTICA
PALAVRAS-CHAVES: Atenção farmacêutica; ensino; habilidades; competências.
PÁGINAS: 138
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

As competências necessárias à formação de um estudante correspondem à aquisição de qualidades intelectuais, ao desenvolvimento de habilidade clínica e à incorporação de atitudes e consciência ética. Essas competências devem ser desenvolvidas durante o curso e o desempenho do estudante avaliado regularmente, assegurando que a instituição está formando profissionais éticos, humanos e competentes, para dar respostas adequadas às necessidades de saúde da população. Os currículos dos cursos sofreram diversas transformações em todo o mundo, tanto em termos de duração quanto em termos de conteúdos, visando acompanhar o dinamismo inerente à profissão. Nesse contexto, o presente trabalho visa avaliar o ensino de habilidades necessárias para a prática da Atenção Farmacêutica. Dois grupos focais foram realizados nos quais todos os alunos matriculados na disciplina de atenção farmacêutica foram convidados, para avaliar se a formação atual no curso de Farmácia dauniversidadeestudada prepara o estudante para a prática da atenção farmacêutica.Uma revisão sistemática da literatura foi desenvolvida para identificar estudos sobre o ensino da atenção farmacêutica. Outro grupo focal foi realizado para obter junto aos especialistas conteúdos e habilidades recomendáveis para formação adequada à prática da atenção farmacêutica. Com esses achados, foi realizado um estudo piloto para avaliar as metodologias ativas a serem implantadas na disciplina de atenção farmacêutica. As metodologias que apresentaram melhores avaliações pelos discentes foram selecionadas para implantação. A introdução dessas metodologias foi avaliada para verificar a aquisição de habilidades essenciais adquiridas pelos estudantes de farmácia necessárias para a prática da atenção farmacêutica. A análise ocorreu antes e após a implantação das novas metodologias por meio de um modelo de avaliação conhecido como Exame Clínico Objetivo Estruturado (OSCE). No OSCE, os estudantes percorreram, em alternância, várias “estações” padronizadas, onde deveriam desempenhar tarefas clínicas diferentes como a obtenção de partes da história clínica e orientação ao paciente, a realização de parâmetros clínicos, seguidos de um convite para um serviço de atenção farmacêutica. Em cada uma dessas estações, o desempenho do educando foi cuidadosamente observado, permitindo a avaliação do domínio de habilidades clínicas. A rotação dos estudantes pelas estações ocorreu em um tempo determinado para cada. O protocolo de observação elaborado contem descrições detalhadas dos comportamentos esperados dos estudantes e indicativos do domínio das habilidades para a prática da Atenção Farmacêutica.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 997456 - ANGELO ROBERTO ANTONIOLLI
Interno - 1315121 - DIVALDO PEREIRA DE LYRA JUNIOR
Interno - 1695058 - MARCO ANTONIO PRADO NUNES
Externo à Instituição - MARCOS VALERIO SANTOS DA SILVA
Externo ao Programa - 2297369 - ROBERTO JERONIMO DOS SANTOS SILVA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5