UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 31 de Janeiro de 2023

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de DEFESA: MARIANA ALVES PAGOTTO
22/01/2015 17:20


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIANA ALVES PAGOTTO
DATA: 24/02/2015
HORA: 09:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: A vegetação lenhosa da Caatinga em assentamento rural de Sergipe: aspectos fitossociológicos, anatômicos e dendrocronológicos.
PALAVRAS-CHAVES: semiárido; Poincianella pyramidalis; Aspidosperma pyrifolium; anatomia da madeira; anéis de crescimento; densitometria de raios X.
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A região semiárida do Estado de Sergipe apresenta uma quantidade expressiva de assentamentos de reforma agrária cuja exploração predominante tem sido a pecuária, a agricultura de subsistência e os recursos madeireiros, que assumem importante papel no contexto social dos assentados. São escassas as informações sobre a estrutura da vegetação da Caatinga em áreas de assentamentos, e as características da madeira de espécies úteis como fonte de energia primária para as famílias assentadas. Essa escassez limita a compreensão das características relativas à produtividade das plantas, qualidade da madeira e os fatores ambientais que condicionam a vida das árvores, conhecimentos considerados essenciais para aperfeiçoar programas de manejo sustentável. Os objetivos deste trabalho foram diagnosticar o atual status social, econômico e ambiental do assentamento Barra do Onça, Poço Redondo, SE, e investigar as características de sua vegetação, destacando as particularidades anatômicas da madeira de Poincianella pyramidalis (Tul.) L. P. Queiroz (catingueira) e Aspidosperma pyrifolium Mart. (pereiro), espécies utilizadas pelos assentados. Foram realizadas 22 entrevistas semi-estruturadas com os agricultores do assentamento para a análise socioambiental. No estudo da flora local, foram utilizados os métodos wandering-quarter e as fotografias hemisféricas para o conhecimento da estrutura da vegetação e da dinâmica do dossel, respectivamente. Por meio dos métodos clássicos da anatomia da madeira, da ciência da dendrocronologia e da densitometria de raios X foi possível caracterizar o lenho das árvores e sua resposta às variáveis ambientais. Os resultados mostraram que apesar da boa infraestrutura do assentamento, os assentados enfrentam limitações quanto à escolaridade, à produtividade e a diversificação de atividades econômicas. As práticas da agricultura de sequeiro e da pecuária leiteira não têm sustentabilidade ecológica e as consequências socioeconômicas são notadas na oscilação da produtividade, migração dos assentados e degradação da Caatinga. A vegetação arbórea do assentamento apresentou diversas espécies de caráter pioneiro, demonstrando que as matas vêm sendo exploradas pela comunidade. A Poincianella pyramidalis foi a espécie mais abundante seguida de Aspidosperma pyrifolium. Ambas apresentaram o lenho com adaptações anatômicas características de vegetação de ambiente xérico e o crescimento secundário foi influenciado pela precipitação local e pela temperatura da superfície do oceano Atlântico. P. pyramidalis apresentou fibras mais espessas e maior quantidade de celulose, expressas na elevada densidade da madeira, refletindo o potencial para a geração de energia. As informações oriundas deste estudo apontam que a P. pyramidalis é uma espécie muito abundante no local e pode ser utilizada no manejo sustentável para a geração de energia, contribuindo tanto para a inserção de uma atividade econômica complementar na renda dos assentados, quanto para o uso mais sustentável deste recurso.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 388007 - ADAUTO DE SOUZA RIBEIRO
Externo à Instituição - FRANCISCO DE ASSIS RIBEIRO DOS SANTOS
Externo ao Programa - 1362555 - MARIA DO SOCORRO FERREIRA DA SILVA
Interno - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Interno - 1153037 - STEPHEN FRANCIS FERRARI

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2023 - UFRN v3.5.16 -r18285-05ee143cb2