UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 25 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CHRISTIANE MARQUES TAVARES BARRETO
18/12/2014 08:17


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CHRISTIANE MARQUES TAVARES BARRETO
DATA: 09/01/2015
HORA: 09:00
LOCAL: sala de aula 27 Centro de Pesquisas Biomédicas/HU
TÍTULO: EFEITO DA PROPORÇÃO ENTRE BisGMA E TEGDMA NAS PROPRIEDADES DE CIMENTOS RESINOSOS EXPERIMENTAIS DUAIS FOTOATIVADOS TARDIAMENTE
PALAVRAS-CHAVES: Cimentos de resina; Polimerização; Materiais dentários.
PÁGINAS: 42
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

A redução da tensão de contração de cimentos resinosos, associada à manutenção de suas propriedades mecânicas, pode favorecer a longevidade de restaurações indiretas cimentadas adesivamente. Tem sido demonstrado que a fotoativação tardia de cimentos resinosos duais é capaz de reduzir a tensão de contração. Entretanto, os mesmos estudos mostram que os efeitos dessa postergação sobre as propriedades mecânicas são dependentes do material, apesar do efeito de cada componente da composição não ser bem claro. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da proporção monomérica na viscosidade, em propriedades mecânicas e contração pós-gel de cimentos resinosos duais fotoativados imediatamente ou após 5 minutos de sua manipulação (tardia). Cimentos resinosos experimentais foram obtidos a partir da mistura dos monômeros BisGMA e TEGDMA usados na proporção 1:1, 1:2 ou 1:3 (em massa). Após a mensuração da viscosidade de cada material experimental, amostras em forma de barra (25 x 2 x 2 mm) foram confeccionadas, sendo a fotoativação dos cimentos realizada imediatamente ou após 5 minutos da inserção do cimento na matriz. As amostras foram submetidas a ensaio de resistência à flexão de três pontos para mensuração da resistência flexural e módulo de elasticidade. Após a fratura, a dureza Vickers destas amostras foi mensurada. Para análise da contração pós-gel, os cimentos foram colocados sobre extensômetros biaxiais, fotoativados (imediatamente ou após 5 minutos) e a deformação mensurada. Os dados foram submetidos à ANOVA de 2 vias (uma via para viscosidade) e teste de Tukey (α = 0,05). A proporção de 1:1 resultou no cimento mais viscoso, e 1:3 no mais fluido. As condições experimentais avaliadas não afetaram os valores de resistência flexural. Independente do momento de fotoativação, o cimento com proporção de 1:3 resultou em menor módulo de elasticidade, não havendo diferença entre os outros cimentos. Maiores valores de dureza foram encontrados para a proporção de 1:3 na fotoativação imediata e 1:2 para a tardia. Exceto para a proporção de 1:2, a fotoativação imediata resultou em maiores valores de dureza. Para todas as proporções monoméricas, a fotoativação imediata resultou em maiores valores de contração pós-gel.Considerando a sua interação com o momento da fotoativação, a proporção monomérica apenas afetou o módulo de elasticidade dos cimentos resinosos duais experimentais.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 3545451 - PAULO RICARDO SAQUETE MARTINS FILHO
Externo ao Programa - 426368 - ROSA MARIA VIANA DE BRAGANCA GARCEZ
Externo à Instituição - LUIZ ALVES DE OLIVEIRA NETO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5