UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GISELLE DE CARVALHO BRITO
02/12/2014 07:44


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GISELLE DE CARVALHO BRITO
DATA: 17/12/2014
HORA: 09:00
LOCAL: sala de aula 27 Centro de Pesquisas Biomédicas/HU
TÍTULO: Implantação de Serviços de Cuidados Farmacêuticos em Unidades do Programa Farmácia Popular do Brasil, do Estado de Sergipe.
PALAVRAS-CHAVES: Serviços Clínicos Farmacêuticos, Farmácia Comunitária, Pesquisa Baseada na Prática.
PÁGINAS: 221
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Objetivo: Implantar serviços clínicos farmacêuticos em unidades do programa Farmácia Popular do Brasil, do Estado de Sergipe. Métodos:Inicialmente, foi realizada uma revisão sistemática da literatura com o intuito de identificar os estudos que relatavam os indicadores utilizados para o desenvolvimento de serviços farmacêuticos em farmácias comunitárias. As bases de dados PubMed, SCOPUS, EMBASE foram revisadas, utilizando os descritores “communitypharmacyservices”, “qualityassurancehealthcare”, “outcomeassessment”, na busca de estudos publicados de 1990 a 2012. Posteriormente, por meio da parceria Universidade-Serviço, entre janeiro de 2012 a novembro de 2014, foi realizado um estudo longitudinal em três unidades da Farmácia Popular do Brasil de um estado do nordeste brasileiro sobre a implantação (2012), implementação (2013) e consolidação dos Serviços Farmacêuticos (2014).Inicialmente, foi avaliada a estrutura das farmácias quanto à estrutura física e aos recursos humanos. Para aestrutura física foi utilizado o checklist da RDC 44/2009 nos anos de 2012 e 2013 e para avaliação dos recursos humanos foi utilizada a técnica do paciente simulado, por meio do questionário “ASSESMENT OF THE COUSENLING PROCESS” (Berger et al., 2005).Em seguida foram realizado três grupos focais nos anos de 2012, 2013 e 2014 para obter as opiniões dos farmacêuticos em relação a implantação de cuidados farmacêuticos e identificação de possíveis barreiras. Por fim, foi utilizado a técnica de coaching para a implantação (2012), implementação (2013) e consolidação (2014) dos Serviços Clínicos Farmacêuticosde Dispensação, de Aferição da pressão arterial e glicemia, de Revisão da Farmacoterapia e Seguimento da Farmacoterapia, delineada da seguinte maneira: 1- Treinamento dos Profissionais (2012, 2013, 2014); 2- Definição dos Serviços e Processos (2012); 3- Seleção de Indicadores de avaliação (2012); 4- Implantação de Fluxos e Processos (2012); 5- Elaboração de planos estratégicos situacionais (2013,2014); 6- Divulgação dos serviços (2013;2014); 7- Avaliação dos Resultados (2012;2013;2014). Resultados: Na revisão sistemática,42 artigos preencheram os critérios de inclusão. Observou-se que os parâmetros de resultado mais avaliados foram hemoglobina glicosilada (clínico), qualidade de vida (humanístico) e análise da relação custo-eficácia do serviço (econômico). Na avaliação da estrutura, o checklist mostrou que em 2012 as farmácias cumpriam 11 dos19 critérios recomendados para as boas práticas de serviços farmacêuticos e um ano após as primeiras intervenções se passou a atender 14 critérios. A avaliação pela técnica do paciente simuladomostrou carências no fornecimento de informações em aspectos críticos do tratamento como contra-indicações, adesão, o que fazer quando esquecer de tomar o medicamento e isso auxiliou no delineamento dos treinamentos dos profissionais.Quanto aos grupos focais, por meio da análise de 210 minutos de aúdio e categorização das falas se identificou 13 tipos barreiras, como os pacientes não estavam acostumados a identificar farmácias como estabelecimento de cuidados de saúde, a falta de conhecimento e capacitação técnica dos funcionários da equipe, bem como, verificou-se as expectativas quanto ter suporte técnico para desenvolver habilidades, adquirir conhecimentos e ter um acompanhamento constante de pesquisadores que iria avaliar o andamento do serviço.Posteriormente, Foram destinadas 964 horas de coaching com para onze farmacêuticos para implantação de cinco Fluxos e Processos de encaminhamento para os serviços, elaboração de cinco procedimentos operacionais padrão e elaboração três de planos estratégicos situacionais. Na etapa de treinamento, os farmacêuticos foram submetidos a 164 horas de treinamento teórico-prático sobre técnicas de comunicação, administração de medicamentos, identificação de sinais e sintomas menores em farmácia, bases da atenção farmacêutica e processo da atenção farmacêutica e 16h de treinamento para os colaboradores das farmácias. A divulgação dos serviços foi realizada em três linhas, a divulgação institucional (12 matérias online), a científica (16 resumos, um prêmio, um documentário) e a externa (campanhas educativas, visitas aos centros de saúde e participação em rádios comunitárias).Após a etapa de implantação dos serviços, em 2012, a efetividade da implantação foi refletida no avanço dos números dos serviços: obteve-se767atendimentos de dispensação em 2012e 1444 em 2013 e 1924 até outubro de 2014;714aferições de Parâmetros Clínicos em 2012, 2375 em 2013 e 4000 em 2014, 32pacientes da Revisão da Farmacoterapia em 2012e 73 em 2013 e 141 até outubro de 2014;23 pacientes de Atenção Farmacêutica em 2012 e noveem 2013 e 58 até outubro de 2014.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1893534 - ADRIANA ANDRADE CARVALHO
Interno - 3571566 - JULLYANA DE SOUZA SIQUEIRA QUINTANS
Interno - 2030649 - MAIRIM RUSSO SERAFINI
Externo ao Programa - 1694328 - WELLINGTON BARROS DA SILVA
Externo à Instituição - PATRICIA MELO AGUIAR

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307