UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GABRIELA DAS GRAÇAS GOMES TRINDADE
19/11/2014 14:52


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GABRIELA DAS GRAÇAS GOMES TRINDADE
DATA: 12/12/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório DFA
TÍTULO: Obtenção de compósitos hidroxiapatita-quitosana como sistema de liberação para sulfadiazina de prata
PALAVRAS-CHAVES: Compósitos; quitosana; sulfadiazina de prata; sistemas de liberação.
PÁGINAS: 76
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

A utilização de compósitos contendo biocerâmicas e polímeros a fim de combinar as vantagens dos materiais isolados, com o objetivo de produzir um sistema com características mecânicas apropriadas para liberação de fármacos tem sido bastante estudada nos últimos anos. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi desenvolver compósitos hidroxiapatita-quitosana contendo sulfadiazina de prata, um antibiótico de escolha para o tratamento de queimaduras e feridas amplas da pele, e estudar o mecanismo de liberação da sulfadiazina de prata a partir do sistema formado. Os compósitos foram obtidos por meio do método de evaporação do solvente. A fim de melhorar a solubilidade da sulfadiazina de prata em meio aquoso, complexos de inclusão foram obtidos por malaxagem, em diferentes razões estequiométricas de sulfadiazina de prata/β-ciclodextrina (1:1, 1:2 e 1:3) respectivamente. Após obtenção, os compósitos, os complexos e seus componentes isolados foram caracterizados por espectroscopia de absorção na região do infravermelho com transformada de Fourier (FTIR), difração de raios X (DRX), termogravimetria (TG) e calorimetria exploratória diferencial (DSC). A validação do método de quantificação e a determinação do teor do fármaco foi realizada por cromatografia líquida de alta eficiência na região do ultravioleta (CLAE-UV). Os resultados (FTIR/DRX/TG/DSC) referentes aos componentes isolados, mistura física e dos complexos de inclusão obtidos, permitiram visualizar interações entre o fármaco e a β-ciclodextrina, sugerindo a complexação. Os resultados de (FTIR/DRX/TG/DSC) dos componentes e dos compósitos permitiram visualizar possíveis interações entre a hidroxiapatita, quitosana e os complexos de inclusão demonstrando que houve a formação do compósito após incorporação do fármaco. O método para quantificação do fármaco por CLAE-UV foi desenvolvido e validado e apresentou resposta linear na faixa de concentração de 0,003 a 0,03 mg/mL, r² = 0,9996, e o ensaio demonstrou precisão, exatidão e robustez adequadas para a aplicação na investigação da quantificação do fármaco. O teor de sulfadiazina de prata nos complexos de inclusão 1:1 obteve maior resultado (32,15%). Dessa maneira, a razão estequiométrica 1:1 mostrou-se suficiente para formação do complexo de inclusão de sulfadiazina de prata/ β-ciclodextrina, e posteriormente, foi favorável ao ser incorporado ao compósito hidroxiapatita/quitosana.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2445308 - ADRIANO ANTUNES DE SOUZA ARAUJO
Presidente - 2337777 - ROGERIA DE SOUZA NUNES
Externo ao Programa - 1658460 - VICTOR HUGO VITORINO SARMENTO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307