UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ALINE SANTANA DOSEA
14/11/2014 09:28


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALINE SANTANA DOSEA
DATA: 15/12/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de aula DFA
TÍTULO: A percepção do farmacêutico no processo de implantação de serviços clínicos farmacêuticos
PALAVRAS-CHAVES: : Serviços Clínicos Farmacêuticos, Farmácia Comunitária, Percepção do Farmacêutico, Implementação
PÁGINAS: 96
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Introdução: Em farmácias comunitárias, no momento em que o farmacêutico incorpora a prática clínica em sua rotina, várias barreiras e facilitadores que influenciam a implantação de serviços de atendimento ao paciente. Objetivos: Conhecer e compreender ea percepção de um grupo de farmacêuticos sobre o processo de implementação dos Serviços Clínicos Farmacêuticos em farmácias comunitárias; conhecer através de uma Revisão de Escopo da literatura, os estudos sobre a percepção farmacêutico sobre Serviços Clínicos Farmacêuticos em farmácia comunitária. Metodologia: O estudo foi estruturado em duas etapas. A primeira etapa correspondeu a Revisão de Escopo realizada nas bases de dados Lilacs, PubMed, Scopus, Scielo e Web of Knowledge. Os estudos deveriam ser e declarar a percepção de farmacêutico, e os serviços farmacêuticos deveriam ser centrados no paciente. A segunda etapa correspondeu a um estudo qualitativo, no qual foram realizados três Grupos Focais com um grupo de farmacêuticos. A análise dos dados foi feita por meio da técnica de Análise de conteúdo. Resultados: Etapa 1 - A pesquisa bibliográfica resultou em 29 artigos que cumpriram os critérios de inclusão. Os estudos foram realizados em oito países diferentes, possuiam metodologias qualitativas (grupos focais, entrevistas e diários) e quantitativas (questionários), e foram encontrados 12 diferentes classificações de serviços farmacêuticos. Na maioria dos estudos, os farmacêuticos acreditavam que seu papel em farmácias comunitárias era positiva para os pacientes, barreiras e facilitadores para os serviços foram relatados. Etapa 2 - A gravação dos áudios dos grupos focais foi integralmente transcrita e analisada. A percepção dos farmacêuticos trouxe temas como acesso ao medicamento, barreiras e facilitadores para o serviço, expectativas, mudanças geradas ao longo da implementação dos serviços, resultados atingidos e a consolidação dos serviços. Conclusão: A Revisão de Escopo apresentou recomendações para a implementação de Serviços Clínicos Farmacêuticos em farmácias comunitárias, tornando mais fácil a provisão de serviços e valorizando as

práticas em farmácias comunitárias. A divulgação de experiências positivas em implementações de serviços por meio de estudos de percepção têm mostrado que é possível desenvolver um modelo de serviços clínicos em farmácias comunitárias.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2502508 - DEBORAH MÔNICA MACHADO PIMENTEL
Presidente - 1315121 - DIVALDO PEREIRA DE LYRA JUNIOR
Interno - 1334092 - FRANCILENE AMARAL DA SILVA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307