UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 13 de Junho de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: SURYA ANANDA COSTA ESCOBAR
30/10/2014 09:03


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SURYA ANANDA COSTA ESCOBAR
DATA: 14/11/2014
HORA: 14:00
LOCAL: LAF
TÍTULO: "Otimização do processo de microencapsulação de bixina com goma de cajueiro."
PALAVRAS-CHAVES: microencapsulação, goma de cajueiro, otimização.
PÁGINAS: 106
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
ESPECIALIDADE: Química, Física, Fisico-Química e Bioquímica dos Alim. e das Mat-Primas Alimentares
RESUMO:

A microencapsulação é uma técnica em que um agente encapsulante recobre um núcleo ou material encapsulado protegendo este de agentes externos como luz e oxigênio. A microencapsulação é uma importante forma de liberação controlada, não apenas agrega valor, mas também possibilita o surgimento de novos ingredientes que de outra forma teriam uso inviável. A técnica está cada vez mais disseminada na indústria de alimentos. A substituição do uso de corantes artificiais por corantes naturais vem ganhando força, pois estes se apresentam como uma opção mais saudável ao consumidor. A goma de cajueiro vem sendo estudada em diversas aplicações, dentre essas, para microencapsulação de ingredientes, se mostrando como uma boa opção de agente encapsulante. Este trabalho teve como objetivo a microencapsulação de corante natural de urucum utilizando a goma de cajueiro como agente encapsulante por liofilização e por spray drying e o teste de sua estabilidade à presença de luz. Foram realizadas oito formulações com diferentes concentrações de goma e de corante. Foram caracterizadas as emulsões preparadas e as microcápsulas produzidas. As emulsões apresentaram pH ácido e viscosidade entre 212,60 mPas e 761,49 mPas. A qualificação da cor demonstrou que as emulsões se apresentaram na cor vermelho-alaranjado. As micropartículas se apresentaram com tendência a formar aglomerados e aspecto dentado e irregular para liofilizadas e arredondadas para as atomizadas. A eficiência da microencapsulação variou entre 17,99% e 68,29%. Para o teste de estabilidade as amostras permaneceram armazenadas por 40 dias e foram analisadas a cada 10 dias. As análises dos parâmetros colorimétricos mostraram que ocorreu degradação da cor ao longo do tempo com melhor correlação entre a degradação com a coordenada a*. Para os teores de bixina total e superficial houve degradação do pigmento para todas as amostras tanto na presença como na ausência de luz ocorrendo em maior percentual na presença de luz. A goma de cajueiro apresenta potencial para ser utilizada como agente encapsulante, principalmente na atomização.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1548928 - PATRICIA BELTRAO LESSA CONSTANT
Interno - 1460010 - MARCELO AUGUSTO GUTIERREZ CARNELOSSI
Externo ao Programa - 1432726 - PAULO ROBERTO GAGLIARDI

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15368-99f189d34b