UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 17 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: DEISE REGINA DOS SANTOS
11/09/2014 11:42


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DEISE REGINA DOS SANTOS
DATA: 30/09/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Embrapa
TÍTULO: Isolamento e seleção de bactérias de cultivo raro e comum para o controle biológico de fitopatógenos
PALAVRAS-CHAVES: Antagonismo, compostos bioativos, controle biológico, Plenodomus destruens, Thielaviopsis paradoxa, Xanthomonas campestris.
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

O solo é um ambiente estruturalmente complexo sendo apontado como um importante reservatório da diversidade microbiana. Entretanto, somente uma pequena proporção tem sido recuperada e cultivada por técnicas convencionais, tornando-se um fator limitante no que se refere ao acesso às informações genéticas e metabólicas desses micro-organismos. Bactérias do solo sintetizam uma ampla variedade de metabólitos secundários, particularmente de antimicrobianos, e em virtude da baixa culturabilidade, grande parte destes permanecem inexplorados. A atividade antagônica de um micro-organismo a partir da síntese desses compostos tem se tornado uma estratégia de seleção massal de antagonistas potenciais para o controle de fitopatógenos. Diante disso, o presente trabalho teve por objetivo ampliar a diversidade de bactérias cultiváveis do solo, bem como avaliar o potencial dos isolados quanto à atividade antagônica in vitro frente a fitopatógenos de interesse agrícola. Para isto, foram utilizados protocolos de isolamento seletivo descritos por Hayakawa et al. (1994, 1997) com modificações. Testes de antibiose qualitativos frente aos fitopatógenos fúngicos Thielaviopsis paradoxa e Plenodomus destruens foram realizados para a seleção preliminar de isolados com potencialidade antagonística. Em uma etapa posterior, foram realizados testes quantitativos com os respectivos filtrados dos isolados obtidos na seleção inicial contra os fitopatógenos fúngicos citados anteriormente e a bactéria Xanthomonas campestris. A afiliação taxonômica dos isolados antagonistas foi realizada com base nas sequências parciais do gene RNAr 16S. De 257 bactérias isoladas, quase todas pertencentes ao gênero Bacillus ou similares, 33% (84) apresentaram-se bioativas simultaneamente a ambos os fungos. Ao avaliar o efeito dos filtrados extracelulares sobre o crescimento micelial in vitro do Thielaviopsis paradoxa foi possível observar percentuais de inibição ≥80% e percentuais no intervalo entre 60-80% em relação ao controle. Em relação, a inibição do crescimento micelial do Plenodomus destruens foi possível constatar percentuais que variaram de 80 a 100%. Para a inibição do crescimento da Xanthomonas campestris as taxas de inibição variaram de 90 a 100%. Diante disso, conclui-se que o isolamento de bactérias com potencial bioativo promissor associado a experimentos em casa-de-vegetação e em campo que atestem a viabilidade do seu uso, possibilitará a obtenção de novos agentes de biocontrole.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1838864 - ANA ANDREA TEIXEIRA BARBOSA
Externo à Instituição - LEANDRO EUGENIO CARDAMONE DINIZ
Presidente - 579.662.146-72 - MARCELO FERREIRA FERNANDES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e