UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: ADAUTO FREIRE DE MENEZES NETO
22/08/2014 14:32


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ADAUTO FREIRE DE MENEZES NETO
DATA: 29/08/2014
HORA: 14:30
LOCAL: Sala 27 do NPGME
TÍTULO: REPERCUSSÕES CARDIOVASCULARES SECUNDÁRIAS À DOENÇA E AO TRATAMENTO DA LEISHMANIOSE VISCERAL
PALAVRAS-CHAVES: Repercussões cardiovasculares; Leishmaniose visceral; Combinação de Medicamentos.
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

A Leishmaniose visceral é causada pelo protozoário Leishmania (L) chagasi e, quando não diagnosticada ou tratada, poderá evoluir para o óbito em até 90% dos casos. A busca por novas alternativas terapêuticas para as leishmanioses é considerada pesquisa estratégica prioritária pela Organização Mundial da Saúde, em virtude da elevada toxicidade, risco de resistência e custo alto dos medicamentos atualmente disponíveis. A LV constitui um agravo relevante para a saúde pública tanto pela sua magnitude quanto pela elevada morbidade e letalidade. Noventa por cento dos casos de LV das Américas estão no Brasil, tendo sido registrados 57.210 no período de 1990 a 2008, com média anual de 3.011 casos. Este trabalho é um ensaio clínico aberto, randomizado, no qual se avaliou os aspectos clínicos e as complicações cardiovasculares da leishmaniose visceral nas quatro intervenções terapêuticas do projeto LV Brasil, destinou-se a investigar a evolução da frequência cardíaca e de arritmias relacionadas as quatro intervenções terapêuticas do projeto LV Brasil, analisando as alterações no eletrocardiograma, e nas dosagens séricas CPK e CK-MB de 54 pacientes internados no Universitário da UFS com diagnostico de LV . As analise estatística realizada através das tendências temporais lineares da regressão linear para estimar as taxas de progressão das variáveis como índices de arritmias, Alterações da frequência cardíaca e dos intervalos eletrocardiográficos, ao longo dos 21 dias. No grupo C, não houve alterações de tendência a eventos de arritmia. Sugere assim, uma estabilidade maior da droga em estudo até o D14 sobre o sistema cardiovascular, quando comparamos a anfotericina B lipossomal com outros antimoniatos leishmanicida. Quando estudamos o tipo de arritmia mais prevalente durante o tratamento proposto pelo LV Brasil, presenciamos que o bloqueio de ramo direito de primeiro grau em 4,4% seguido por 22,8% de taquicardia sinusal e 16,4% de repolarização ventricular precoce dos eletrocardiogramas fora do padrão de normalidade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 426692 - ANTONIO CARLOS SOBRAL SOUSA
Interno - 285906 - ROQUE PACHECO DE ALMEIDA
Externo à Instituição - MARCOS ANTONIO ALMEIDA SANTOS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307