UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 13 de Junho de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: SHARLENE SANTANA DIAS
14/07/2014 15:18


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SHARLENE SANTANA DIAS
DATA: 30/07/2014
HORA: 10:30
LOCAL: Laboratório de Flavor e Analises Cromatográficas
TÍTULO: "OBTENÇÃO DE CORANTES DE ANTOCIANINAS EXTRAÍDAS DO JAMELÃO (Syzygium cumini) POR DIFERENTES MÉTODOS DE SECAGEM"
PALAVRAS-CHAVES: Antocianinas, secagem, formulação.
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
RESUMO:

Atualmente a indústria alimentícia tem um grande interesse em estudos de extração relacionado a produtos naturais. Isso se aplica ao fato da crescente substituição dos corantes sintéticos pelos corantes naturais. A antocianina é um pigmento que apresenta várias funções importantes no organismo humano em que vários estudos relacionam seu papel antioxidante na prevenção do desenvolvimento de doenças crônico-degenerativas. Devido aos benefícios mencionados, fazem-se necessários estudos de novas fontes de obtenção desses pigmentos, a fim de obter informações sobre a sua estabilidade, formulação e caracterização. Sabe-se da grande variedade de frutos tropicais que existe no Brasil, sendo que vários apresentam substâncias bioativas de extrema importância para indústria de alimentos. O jamelão (Syzygium cumini) é um fruto tropical que apresenta alto teor de pigmentos antociânicos. Este composto natural tem despertado interesse, devido aos seus efeitos nutricionais e terapêuticos, pela ação antioxidante. Contudo o objetivo desse trabalho é desenvolver formulações de corantes de antocianinas extraídos do jamelão com o intuito de avaliar sua estabilidade. Os pigmentos naturais dos frutos foram associados a um veículo estabilizante (maltodextrina) submetido a três processos de secagem (spray dryer, liofilização e secador de bandejas). A estabilidade foi avaliada através de análises de antocianinas totais, polifenóis totais, capacidade antioxidante e avaliação colorimétrica. Observou-se que os corantes liofilizados foram o que menos degradaram, mas, os corantes atomizados resistiram mais ao armazenamento.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2481282 - ALESSANDRA ALMEIDA CASTRO PAGANI
Externo ao Programa - 1653258 - ANGELA DA SILVA BORGES
Presidente - 1548928 - PATRICIA BELTRAO LESSA CONSTANT

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15368-99f189d34b