UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: JOSE JEAN DE OLIVEIRA TOSCANO
09/05/2014 09:14


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSE JEAN DE OLIVEIRA TOSCANO
DATA: 09/06/2014
HORA: 09:00
LOCAL: sala 27 Centro de Pesquisas Biomédicas/NPGME
TÍTULO: Condições de Saúde em População Submetida a um Programa de Promoção da Atividade Física: Associações Transversais e Longitudinais
PALAVRAS-CHAVES: Atividade Física; Políticas Públicas de Saúde; Avaliação em Saúde; Promoção de Saúde.
PÁGINAS: 112
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

Introdução: A promoção da atividade física nas comunidades requer a criação de modelos, com base em evidências, para orientar as atividades atuais e futuras na área de saúde pública. O objetivo deste estudo foi verificar o impacto sobre as condições de saúde de um programa de promoção de atividades físicas intitulado Academia da Cidade, no município de Aracaju, SE, Brasil. Métodos: O desenho utilizado foi do tipo misto, com análises transversais e longitudinais. A amostra foi dividida em três categorias: usuários, ex-usuários e não-usuários do programa de atividade física. As variáveis selecionadas para a coleta foram: fumo, morbidade referida, tempo assistindo televisão, níveis de atividade física, sobrepeso e obesidade, auto-percepção de saúde, saúde física, saúde mental e limitações na saúde física e mental. O instrumental utilizado foi um questionário sob a forma de entrevista, uma balança portátil com precisão de 0,1 gramas e um estadiomêtro portátil com precisão de 0,1 centímetros. O instrumento foi aplicado em dois momentos (2008 e 2010), nos mesmos sub-grupos, sendo que no primeiro momento o total foi 875 e no segundo 727 indivíduos. Resultados: Transversalmente os indicadores de saúde apontam diferenças significativas entre os ex-usuários e não usuários quando comparados com os usuários na linha de base, com a magnitude das diferenças aumentando após dois anos. De modo longitudinal, observou-se em todos os indicadores, diferenças significativas com o avançar dos anos, tanto nos ex-usuários quanto nos não usuários, usando os usuários como referência. Conclusão: Por fim é possível afirmar, que existe associação positiva entre a exposição a um programa de promoção da saúde por meio da atividade física e os indicadores de saúde.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 426251 - ANTONIO CARVALHO DA PAIXAO
Presidente - 426385 - ANTONIO CESAR CABRAL DE OLIVEIRA
Externo à Instituição - DIEGO AUGUSTO SANTOS SILVA
Externo ao Programa - 1546651 - MARCOS BEZERRA DE ALMEIDA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307