UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 25 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: JORGE LUIZ BENETTI
31/03/2014 12:41


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JORGE LUIZ BENETTI
DATA: 15/04/2014
HORA: 09:00
LOCAL: sala 27 Centro de Pesquisas Biomédicas
TÍTULO: INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS POTENCIAIS EM PRESCRIÇÕES DE PACIENTES DA UNIDADE DE INFECTOLOGIA DE UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO
PALAVRAS-CHAVES: Interação medicamentosa, Infectologia, Segurança do Paciente.
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

A utilização de múltiplos fármacos prescritos para um único indivíduo, é denominada “polifarmácia”, comum em unidades clinicas complexas como unidade de terapia intensiva (UTI), psiquiatria, oncologia e infectologia. Essa prática pode desencadear interações medicamentosas (IM) potenciais, elencadas como um importante fator de risco. Diante da crescente preocupação dos profissionais de saúde com problemas relacionados a medicamentos, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a prevalência de IM`s potenciais, através do mapeamento do perfil farmacoterapêutico da unidade de infectologia de um Hospital Universitário. Nesse intuito, foi realizado um estudo observacional exploratório, com delineamento longitudinal prospectivo em pacientes admitidos no serviço de infectologia do hospital, durante 12 meses.As IM foram identificadas através do Drug Reax System – Thomson Micromedex® – Interactions. Durante o período do estudo, foram monitorados 131 pacientes, com avaliação das prescrições em três momentos: 24 horas, 7º dia e 15º dia. Foram evidenciadas IM`s potenciais em 78% da amostra. A tendência temporal da utilização de medicamentos na amostra total de pacientes foi 6,3; 8,1 e 8,7, apresentando média de 7,7 medicamentos/paciente. Quanto a tendência temporal das IM`s potenciais na amostra obteve-se um resultado de 2,1; 3,2 e 3,9 IM/pacientes, perfazendo uma média de 3,1 IM. Em conclusão, há proporcionalidade entre os medicamentos prescritos e o risco de IM`s potenciais. Por isso, a integração entre prescritores e dispensadores é fundamental, possibilitando o desenvolvimento de atividades comuns e absolutamente essenciais, buscando a segurança do paciente.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 426722 - ANGELA MARIA DA SILVA
Interno - 1695058 - MARCO ANTONIO PRADO NUNES
Externo ao Programa - 1694328 - WELLINGTON BARROS DA SILVA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5