UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Junho de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: DANIELA DE VASCONCELOS BRITO
05/02/2014 16:24


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANIELA DE VASCONCELOS BRITO
DATA: 27/02/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Sala Multiuso do PPEC
TÍTULO: Comunidade de morcegos (Mammalia) em fragmento de Mata Atlântica de Sergipe: estrutura da comunidade e atividade temporal
PALAVRAS-CHAVES: Chiroptera; comunidade; atividade temporal; Mata Atlântica; Sergipe
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Ecologia
SUBÁREA: Ecologia de Ecossistemas
RESUMO:

O presente estudo analisou a estrutura da comunidade de morcegos em ambientes de borda e interior e caracterizou a atividade das espécies frugívoras em um fragmento de Mata Atlântica de Sergipe, no nordeste brasileiro. O estudo foi realizado no Refúgio de Vida Silvestre Mata do Junco (RVSMJ), município de Capela.As coletas foram realizadas entre novembro/2012 a outubro/2013, sendo amostrados mensalmente a borda e o interior da mata em duas áreas na localidade, durante três noites consecutivas/mês em cada área entre as 18:00 e 24:00 hs. Foram capturados 96 morcegos pertencentes a 12 espécies, das quaisMicronycteris schmidtorum corresponde a um novo registro para o RVSMJ. Os parâmetros de riqueza, abundância e diversidade não exibiram diferenças entre a borda e o interior, no entanto a composição de espécies diferiu entre esses ambientes e os representantes deste grupo apresentaram distintas sensibilidades à borda, indicando que os morcegos são afetados pela formação de bordas na localidade. Com relação à atividade, as espécies foram ativas já na primeira hora de coleta e permaneceram com a atividade contínua durante o período amostrado. Houve uma alta sobreposição no padrão de atividade entre A. lituratus e D. cinerea(Øjk = 0,813) e entre C. perspicillata e D. cinerea (Øjk = 0,734). O padrão de atividade da quiropterofauna do RVSMJ apresentou características relativamente comuns à atividade de morcegos frugívoros, porém a ausência de diferenças entre os horários e entre atividade das espécies pode ser reflexo do baixo número amostral.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1819383 - ADRIANA BOCCHIGLIERI
Interno - 1861452 - ANA PAULA ALBANO ARAUJO
Externo à Instituição - LUIZ AUGUSTINHO MENEZES DA SILVA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15440-bf36319aa9