UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 22 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: SANDRO MARTINS DE ASSUMPÇÃO
04/02/2014 15:54


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SANDRO MARTINS DE ASSUMPÇÃO
DATA: 27/02/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Mini auditório CCET
TÍTULO: Financiamento do componente básico da Assistência Farmacêutica e acesso a medicamentos e serviços farmacêuticos no município de Aracaju entre os anos de 2008 a 2012
PALAVRAS-CHAVES: Assistência Farmacêutica; Medicamentos Essenciais; Atenção Básica à Saúde
PÁGINAS: 83
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

A Assistência Farmacêutica é parte integrante do sistema de saúde e tem no medicamento, o insumo essencial em ações voltadas à promoção, proteção e recuperação da saúde. A ampliação do acesso da população ao sistema de saúde exigiu mudanças na distribuição e no financiamento de medicamentos, de maneira a aumentar a cobertura e minimizar os custos. O presente estudo se propôs a avaliar a relação entre o financiamento tripartite da Assistência Farmacêutica Básica e a garantia ao acesso da população aos serviços farmacêuticos e aos medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica no município de Aracaju. Trata-se de um estudo observacional descritivo, de cunho exploratório, do tipo Estudo de Caso, avaliando o período compreendido entre os anos de 2008 e 2012. Inicia-se o trabalho com um breve resgate da história da Assistência Farmacêutica no Brasil, seus mecanismos de financiamento e o processo de descentralização da saúde. Procedeu-se à análise das entrevistas semi-estruturadas realizadas junto ao gestor Municipal de Assistência Farmacêutica, dos Relatórios Anuais de Gestão do município, dos relatórios elaborados pela coordenação Municipal de Assistência Farmacêutica e dos depósitos realizados na conta do Fundo Municipal de Saúde destinada ao Componente Básico da Assistência Farmacêutica e discute-se os resultados encontrados. Após avaliação dos resultados, verificou-se que, para o período da pesquisa, existiu suficiência de recursos para atender toda a demanda municipal por medicamentos desse componente, entretanto, pôde-se perceber que, houve descontinuidade no abastecimento e, consequentemente, no acesso a esses medicamentos. Verificou-se também que não existiu oferta de serviços farmacêuticos aos usuários. Conclui-se assim, que não existiu relação entre suficiência financeira e garantia de acesso a serviços farmacêuticos e a medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica no município de Aracaju durante o período da pesquisa.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1893534 - ADRIANA ANDRADE CARVALHO
Interno - 1334092 - FRANCILENE AMARAL DA SILVA
Presidente - 1694328 - WELLINGTON BARROS DA SILVA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12692-c69972fb69