UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 31 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANDRE SALES BARRETO
31/01/2014 17:23


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDRE SALES BARRETO
DATA: 14/02/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de aula UFS
TÍTULO: HIPOTENSÃO PÓS-EXERCÍCIO RESISTIDO É MEDIADA POR MECANISMOS NEURAIS EM RATOS HIPERTENSOS INDUZIDOS POR L-NAME
PALAVRAS-CHAVES: hipertensão, hipotensão pós-exercício, exercício, condicionamento físico animal, sistema nervoso autônomo.
PÁGINAS: 105
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

A hipertensão arterial (HA) já afeta um bilhão de pessoas em todo o mundo. O treinamento físico tem sido uma das principais abordagens não farmacológicas recomendadas para a redução da pressão arterial (PA). Recentemente a redução da PA após um única sessão de exercício tem ganhado significativa relevância clínica em hipertensos, esse fenômeno é conhecido como hipotensão pós-exercício (HPE). No entanto, os mecanismos que levam a redução da PA após o exercício de resistência ainda não estão claros. Neste sentido, o presente trabalho buscou avaliar as alterações hemodinâmicas e controle autonômico, durante HPE após uma única sessão de exercícios de resistência em ratos hipertensos induzidos por L-NAME. A tese é composta por dois capítulos, constituídos de uma revisão sistemática e um artigo original. Inicialmente foi elaborada a revisão sistemática “A systematicreviewof neural mechanismsinvolvedon post-exercisehypotension in hypertensiveanimals”, a qual descreve uma visão geral dos mecanismos neurais envolvidos na HPE em estudos realizados com animais hipertensos e as perspectivas criadas a partir destes dados. Após a realização dos protocolos experimentais foi elaborado o artigo “Arterial Baroreflex mediates post-resistanceexercisehypotension in hypertensiveratsinducedby L-NAME”, no qual foi demonstrado que o aumento da sensibilidade do barorreflexo arterial (SBR) desempenha um papel crucial na hipotensão pós-exercício resistido seguida de bradicardia. O aumento da SBR produz mudança na modulação autonômica cardíaca com redução da atividade simpática sobre o coração e tônus vasomotor ​​de ratos hipertensos induzidos por L-NAME. A partir destes achados foi possível concluir que o exercício resistido moderado produz HPE envolvendo a participação do barorreflexo arterial em ratos hipertensos induzidos por L-NAME.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1698148 - ENILTON APARECIDO CAMARGO
Interno - 1467719 - LUCINDO JOSE QUINTANS JUNIOR
Externo ao Programa - 1687696 - WALDECY DE LUCCA JUNIOR

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12838-31cfbbda77