UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 05 de Dezembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CARLOS WAGNER LOBO SIQUEIRA
29/01/2014 12:48


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CARLOS WAGNER LOBO SIQUEIRA
DATA: 23/12/2013
HORA: 10:00
LOCAL: DEQ/CCET
TÍTULO: AVALIAÇÃO DE ADITIVO INIBIDOR DE PRECIPITAÇÃO DE PARAFINA NA PRODUÇÃO DE PETRÓLEO
PALAVRAS-CHAVES: petróleo, parafina, surfatante, reologia, cinética de cristalização, TIAC
PÁGINAS: 65
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
SUBÁREA: Processos Industriais de Engenharia Química
ESPECIALIDADE: Processos Orgânicos
RESUMO:

Na produção de petróleo o aparecimento de depósitos orgânicos nas paredes internas de tubulação é governado por três eventos bem definidos, a saber: precipitação de parafina, difusão do precipitado da fase líquida do petróleo para a parede da tubulação e deposição de parafina. A precipitação de parafina depende da composição do petróleo e das condições de temperatura e pressão ao longo do seu escoamento. O objetivo deste estudo é avaliar o comportamento cinético de precipitação de parafinas na presença de surfactante advindo de análise comparativa da composição de petróleos parafínicos com e sem histórico de parafinação. Para tal, serão selecionadas duas amostras de petróleo parafínico, com e sem histórico de parafinação, da bacia Sergipe-Alagoas, e realizados os seguintes estudos: identificação de substância natural com potencial surfactante na composição do petróleo parafínico sem histórico de parafinação; estudo da cinética de cristalização de parafina, comportamento reológico do petróleo, determinação da temperatura inicial de aparecimento de cristal de parafina (TIAC) e caracterização morfológica de depósito orgânico proveniente dos precipitados da amostra de petróleo parafínico, antes e após a adição de surfactante natural.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 426443 - GISELIA CARDOSO
Interno - 1708289 - LUANDA GIMENO MARQUES
Interno - 2222671 - PEDRO LEITE DE SANTANA
Externo ao Programa - 426373 - JOSIAS MAXIMO DE JESUS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18160-36a7f68df5