UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 27 de Janeiro de 2023

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANDERSON NASCIMENTO DO VASCO
18/12/2013 09:15


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDERSON NASCIMENTO DO VASCO
DATA: 15/01/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Prodema/Sala02
TÍTULO: Determinação de vazão ecológica no Baixo São Francisco.
PALAVRAS-CHAVES: Outorga, Vazão de Referencia e Recursos Hídricos.
PÁGINAS: 57
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A regularização de um rio é geralmente associada a impactos sobre as mudanças no comportamento hidrológico com significativas alterações quantitativas e qualitativas. O rio são Francisco teve sua vazão modificada após a construção de nove barragens em seu curso. Neste trabalho avaliou-se a magnitude das alterações no regime de vazões de referencia no baixo São Francisco, provocadas pela construção do reservatório de Sobradinho e Xingó, alem das modificações na disponibilidade hídrica tomando-se como base a vazão de referencia Q90%; Q95% e Q7,10. O trecho estudado compreende o baixo rio São Francisco com extensão de 197 km, desde piranhas (AL), até a foz do rio no oceano atlântico. Foram utilizado as series históricas de vazão diárias de quatro estações fluviométrica (Piranhas, Pão de açúcar, Traipu e Propriá) abrangendo um período de estudo entre (1940 a 2013). A análise das vazões foram realizadas aplicando-se os modelos de probabilidade Logpearson 3, Pearson 3, Normal, Lognormal 2 e Weilbull. Os resultados revelaram alteração nas vazões de referencia no baixo São Francisco, apos a construção das barragens, ocasionando a diminuição na disponibilidade hídrica na região.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2177263 - ANTENOR DE OLIVEIRA AGUIAR NETTO
Externo ao Programa - 1834882 - ARIOVALDO ANTONIO TADEU LUCAS
Interno - 2579022 - GREGORIO GUIRADA FACCIOLI
Externo ao Programa - 1545955 - RICARDO DE ARAGAO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2023 - UFRN v3.5.16 -r18277-8067e35817