UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 15 de Junho de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: DANNYELLY SANTOS ANDRADE
29/11/2013 15:29


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANNYELLY SANTOS ANDRADE
DATA: 12/12/2013
HORA: 09:30
LOCAL: Campus “Prof. Alberto de Carvalho”
TÍTULO: O EFEITO DA FRAGMENTAÇÃO FLORESTAL NA COMPOSIÇÃO E RIQUEZA DE FUNGOS LIQUENIZADOS NA MATA ATLÂNTICA
PALAVRAS-CHAVES: Liquens Corticícolas, Fragmentação Florestal, Fatores Ambientais, Ecologia
PÁGINAS: 20
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Ecologia
RESUMO:

Fungos liquenizados são associações simbióticas entre um fungo com uma ou mais espécies de algas ou cianobactérias. Possuem preferências a determinados fatores ambientais que podem estar relacionados à estrutura e diversidade do habitat, possibilitando sua ocorrência em vários substratos e ambientes. O objetivo deste projeto é avaliar a riqueza e composição de espécies liquênicas, assim como seus atributos funcionais, em duas áreas de Mata Atlântica no estado de Sergipe, com relação a variáveis ambientais (luminosidade, diâmetro à altura do peito (DAP), e com as características da vegetação (conectividade, forma, tamanho e grau de isolamento dos fragmentos florestais). Serão testadas as seguintes hipóteses: H1- A riqueza e composição de espécies serão diferentes nas áreas estudadas em relação a características da vegetação como conectividade, forma, tamanho e grau de isolamento dos fragmentos florestais; H2- A riqueza e composição de espécies variam de acordo com as variáveis ambientais luminosidade e DAP do forófito; H3- Os atributos funcionais dos liquens variam de acordo com as características de cada forófito (luminosidade e DAP) e com as características da vegetação (conectividade, forma, tamanho e grau de isolamento dos fragmentos florestais). O estudo será realizado O estudo será realizado em dois fragmentos de Mata Atlântica, situados no Estado de Sergipe, distribuídos em dois municípios. As áreas serão a área de proteção ambiental (APA) Morro do Urubu, situada na cidade de Aracaju, e a Mata do Crasto, situada no município de Santa Luzia do Itanhy. Serão demarcados em cada área cinco transectos de 100 m cada, paralelamente demarcados a cada 20m, distantes um do outro. Em cada transecto, serão demarcados pontos a cada 10 m, sendo 50 pontos para cada área. Em cada ponto será amostrada a árvore mais próxima na qual será observada a presença de talos liquênicos, na altura de 0,5m até 1m em relação ao solo. Os talos serão coletados com a remoção de pedaços do córtex das árvores hospedeiras usando-se faca e martelo. As amostras de fungos liquenizados serão prensadas para secagem em temperatura ambiente. Para a análise macroscópica serão observadas estruturas morfológicas de valor taxonômico. Um maior conhecimento sobre os mais variados aspectos da diversidade de liquens desses importantes remanescentes de Mata Atlântica permite a formação de material comparativo para estudos sobre sistemática, ecologia e biotecnologia, como ferramenta para estratégias de conservação.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - JOÃO JUARES SOARES
Presidente - 1662824 - MARCELA EUGENIA DA SILVA CACERES
Interno - 1881178 - MARCOS VINICIUS MEIADO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15368-99f189d34b