UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 25 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ADRIANA DE JESUS SANTOS
18/11/2013 17:15


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ADRIANA DE JESUS SANTOS
DATA: 10/12/2013
HORA: 09:00
LOCAL: A definir
TÍTULO: NANOCOMPÓSITOS COMO SISTEMA DE LIBERAÇÃO PARA O ÓLEO ESSENCIAL DE Syzygium aromaticum: OBTENÇÃO, CARACTERIZAÇÃO E ATIVIDADE LARVICIDA CONTRA O Aedes aegypti
PALAVRAS-CHAVES: dengue, óleos essenciais, nanocompósitos.
PÁGINAS: 71
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Os óleos essenciais são recursos renováveis que apresentam diversas atividades biológicas entre elas a atividade larvicida contra o Aedes aegypti. O uso destes óleos tem sido proposto como alternativa na eliminação deste vetor, pois este tem demonstrado resistência aos produtos atualmente utilizados. No entanto, os óleos essenciais apresentam limitação quanto à solubilidade em meio aquoso. Desse modo, esses óleos podem ser incorporados à nanocompósitos cerâmico-polímero para contornar esta limitação. Então, o presente trabalho tem como objetivo obter e caracterizar nanocompósitos contendo óleo essencial de Syzygium aromaticum como sistema de liberação para o controle larvicida. Os nanocompósitos foram obtidos pelo método de intercalação em solução argila/polímero, e caracterizados por técnicas de Difração de Raios-X (DRX), Análise termogravimétrica (TG/DTA), Calorimetria Exploratória Diferencial (DSC), Espectroscopia de Infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR). Os resultados de DRX mostraram um aumento do espaçamento basal (d00) da argila de 13,58 Å para 26,64 Å após a formação do nanocompósito, sugerindo possível intercalação argila/polímero. As curvas de TG/DTA e DSC evidenciaram um aumento na estabilidade térmica a partir da formação do nanocompósito, os espectros de FTIR evidenciou ausência de interações químicas entre os constituintes do sistema, sugerindo a incorporação domesmo. A partir disso, pode-se concluir que o método de intercalação foi viável para a obtenção do nanocompósito e as análises comprovaram o processo de intercalação argila/polímero. O ensaio larvicida do óleo essencial de Syzygium aromaticum mostrou maior atividade frente às larvas do Aedes aegypti, quando comparado com o componente majoritário o eugenol. Em relação aos nanocompósitos apresentou uma CL50 próxima a do óleo puro o que comprova a viabilidade do sistema.Neste sentido, o nanocompósito com óleo essencial Syzygium aromaticum pode ser considerado uma importante alternativa no controle químico da dengue visto que são componentes bioativos, economicamente viáveis, biodegradáveis e não tóxicos a população não alvo.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2445308 - ADRIANO ANTUNES DE SOUZA ARAUJO
Presidente - 2337777 - ROGERIA DE SOUZA NUNES
Externo ao Programa - 1748688 - ROGERIO MACHADO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5