UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 16 de Junho de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: ALINE GEOVANIA PASSOS DOS SANTOS
18/10/2013 14:33


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALINE GEOVANIA PASSOS DOS SANTOS
DATA: 02/11/2013
HORA: 10:00
LOCAL: Sala de aula do LAF
TÍTULO: POTENCIAL ANTIOXIDANTE e ANÁLISE DE AÇÚCARES E ÁCIDOS ORGÂNICOS EM POLPAS in natura, POLPAS LIOFILIZADAS E FARINHAS DE ACEROLA (Malpighia emarginata), GRAVIOLA (Annona muricata) E MANGABA (Hancornia speciosa).
PALAVRAS-CHAVES: frutos tropicais; açucares; ácidos orgênicos; CLAE
PÁGINAS: 134
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
RESUMO:

O consumo de frutas na alimentação humana tem deixado de ser somente um prazer para converter-se em uma necessidade, em função dos benefícios que as mesmas proporcionam á saúde e bem-estar do ser humano. O Brasil vem se destacando em nível mundial como um importante produtor e consumidor de frutas, especialmente as tropicais e subtropicais como: acerola, graviola e mangaba, dentre outras. O país é o terceiro maior produtor mundial de frutas, depois da China e da Índia, com 43 milhões de toneladas por ano, representando 5% e a região Nordeste do Brasil tem um papel relevante no crescente desenvolvimento da fruticultura brasileira. Devido ao valor nutritivo e aos efeitos terapêuticos, a utilização da polpa de frutas está em expansão nas indústrias de produtos lácteos, de sorvetes, doces, etc., o que aumenta o interesse dos produtores e dos consumidores. Os frutos contêm, além dos nutrientes essenciais e de micronutrientes como minerais, fibras e vitaminas, diversos compostos secundários de natureza fenólica, denominados polifenóis, compostos fenólicos, especialmente os flavonoides que possuem atividade antioxidante e a capacidade de captar radicais livres que agridem as células do organismo, e comprometem o bom funcionamento e levando ao envelhecimento precoce. Os açúcares livres e os ácidos orgânicos desempenham papéis primordiais na manutenção da qualidade e no valor nutritivo, com destaque a sua influência em propriedades organolépticas. O teor de açúcares nas frutas é um parâmetro para avaliar as propriedades físico-químicas (pH, acidez total, estabilidade microbiológica) e propiciar informações valiosas sobre a salubridade dos alimentos e aroma dos mesmos. Esses ácidos são amplamente usados na indústria de alimentos como aditivos e antioxidantes. Assim a quantificação dos açúcares frutose, glucose, lactose, maltose e sucrose, representam uma importante fonte de dados na caracterização das polpas in natura, farinhas e polpas liofilizadas. Os objetivos deste trabalho foram: i) determinar a atividade antioxidante in vitro pelos métodos do DPPH, ORAC e TEAC e compará-la com o conteúdo de polifenóis totais e ii) desenvolver um método para determinar simultaneamente os açúcares e ácidos orgânicos presentes nas polpas in natura, farinhas dos resíduos e polpas liofiizadas pela técnica CLAE-RID, dos frutos acerola (Malpighia emarginata), graviola (Annona muricata) e a mangaba (Hancornia speciosa).

Os frutos de acerola, graviola e mangaba, independente de ser polpa in natura, farinha dos resíduos dos frutos e polpas liofilizadas provenientes do Mercado Central de Aracaju-SE podem ser considerados uma boa alternativa para consumo, apresentam grande variabilidade e exibe características físicas, físico-químicas e químicas que evidenciam o fruto que permitem sua utilização tanto in natura quanto para processamento industrial, com moderado potencial de capacidade antioxidante in vitro, com correlação direta entre a quantidade de fenólicos totais nas polpas avaliadas, fontes de polifenóis totais, flavanóides, açúcares e ácidos orgânicos, podendo ainda os frutos analisados serem reconhecidos como excelente fonte de vitamina C.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - AUSBERTA JESÚS CARBEZAS GARCIA
Interno - 2505573 - LUCIANA CRISTINA LINS DE AQUINO SANTANA
Presidente - 6330812 - NARENDRA NARAIN

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15368-99f189d34b