UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: LAÍS SILVA RAMOS
09/07/2013 15:16


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LAÍS SILVA RAMOS
DATA: 23/07/2013
HORA: 14:00
LOCAL: NEREN - SALA 2
TÍTULO: Estudo da matéria orgânica em um Latossolo amarelo distrocoeso sob diferentes usos nos Tabuleiros Costeiros do Estado de Sergipe.
PALAVRAS-CHAVES: Solo, Gliricídia sepium, Pastagem, Nitrogênio
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

A ecorregião dos Tabuleiros Costeiros possui características edafoclimáticas que dificultam a produção agrícola, pecuária e florestal. Diante disto, práticas alternativas na produção rural, a exemplo dos sistemas silvipastoris, despontam na condução de benefícios econômicos e melhoria da fertilidade do solo. Nos sistemas silvipastoris o uso de árvores leguminosas em interação com a gramínea pode vir a substituir a necessidade de adubação nitrogenada, além de promover aumento no teor de biomassa depositada no solo beneficiando a dinâmica da matéria orgânica. O objetivo neste estudo consiste em avaliar a influência do cultivo de Brachiaria brizantha sob diferentes níveis de fertilização nitrogenada na forma de ureia (0, 80, 160, 240 kg de N ha-1) e em interação com a Gliricidia sepium, na quantidade e qualidade da matéria orgânica de um Latossolo Amarelo Distrocoeso nos Tabuleiros Costeiros, utilizando área de mata nativa como referência. Amostras de solo foram coletadas no mês de julho do ano de 2012 no Campo experimental Jorge do Prado Sobral, pertecente ao Centro de Pesquisa Tabuleiros Costeiros da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), na cidade de Nossa Senhora das Dores, Estado de Sergipe, as quais foram encaminhadas para a realização de análises químicas e físicas em laboratório. O presente trabalho científico determinou a densidade do solo, fracionamento químico e físico da matéria orgânica, teor de carbono orgânico total e nitrogênio total do solo, estoques de C e N do solo, taxa de respiração basal e índice de manejo do carbono. De acordo com os resultados obtidos, na camada superficial os cultivos de Brachiaria brizantha fertilizada na dose de 240 kg de N ha-1 e o sistema silvipastoril proporcionaram aumento no estoque de carbono quando comparados à vegetação nativa; a aplicação de fertilizante nitrogenado na dose de 240 kg de N ha-1 foi eficaz no acúmulo e manutenção do carbono nas diferentes frações húmicas; o sistema silvipastoril, devido à menor taxa de respiração basal, pode ser considerado o manejo mais sustentável para esta região; nas diferentes camadas do solo, os teores de MOP e MOAM apresentaram-se mais sensíveis nas alterações no uso do solo quando comparado à respiração basal. A adoção do sistema silvipastoril demonstrou resultados, em sua maioria, favoráveis para as diferentes variáveis analisadas, em especial na camada superficial, constituindo assim numa opção viável na substituição da fertilização nitrogenada e na manutenção da fertilidade do solo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1703306 - TACIO OLIVEIRA DA SILVA
Interno - 1051888 - MARIA ISIDORIA SILVA GONZAGA
Externo à Instituição - DÁRIO COSTA PRIMO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e