UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: MONICA BATISTA DE ALMEIDA
16/04/2013 12:45


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MONICA BATISTA DE ALMEIDA
DATA: 19/04/2013
HORA: 10:00
LOCAL: SALA DE VÍDEO CONFERÊNCIA DA RENORBIO
TÍTULO:

'' Prospecção Tecnológica de óleos essenciais de Schinus terebinthifolius e desenvolvimento de um creme vaginal á base de Ocimum basilicum para tratamento de candidíase''.


PALAVRAS-CHAVES:

Candidíase vaginal, óleos essenciais, Candida spp., Schinus terebinthifolius Raddi, Ocimum basilicum, creme vaginal, anti-Candida.


PÁGINAS: 86
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
SUBÁREA: Farmacotecnia
RESUMO:

Nas mulheres a candidíase vaginal afeta uma elevada proporção em idade adulta, estima-se que aproximadamente 75% destas, apresentem pelo menos um episódio de vulvovaginite fúngica em sua vida, onde 40 a 50% vivenciam novos surtos e 5% tornam-se recorrentes. Com frequência, as infecções fúngicas são de difícil tratamento, fato intrinsecamente relacionado à aquisição por parte de seus agentes etiológicos de resistência frente à ação de antifúngicos. A resistência aos antifúngicos tem representado um grande desafio para clínica médica em decorrência das dificuldades observadas no tratamento da candidíase. Para combater microrganismos resistentes no século XXI, os esforços de pesquisa têm se voltado na busca de novos fármacos, sendo os produtos naturais, uma alternativa viável e possivelmente sustentável, quando comparados aos sintéticos. Este trabalho teve como objetivos: (I) Identificar os constituintes químicos presentes no óleo essencial de Schinus terebinthifolius e avaliar a atividade anti-Candida deste óleo essencial frente a cepas envolvidas em casos de candidíase vaginal recorrente para a produção de um creme vaginal. (II) Produzir um creme vaginal antiCandida a partir do óleo essencial extraído do Ocimum basilicum, desenvolver o processo tecnológico para produção deste creme, avaliando as características de estabilidade e características organolépticas do mesmo, e avaliar a atividade anti-Candida do creme vaginal produzido in vitro. Os compostos majoritários encontrados nas folhas secas e frutos maduros de Schinus terebinthifolius, foram respectivamente, o (+)-Camphene (20,121%) e o R-α-pinene (22,149). Com base nos valores das concentrações inibitórias mínimas (CIM) e fungicidas mínimas (CFM), o óleo essencial do fruto maduro apresentou faixas entre 25 mg/ml – 200 mg/ml, demonstrando atividade contra C. parapsilosis (ATCC 22019) e seu isolado clínico (CIM de 25mg/ml) e C. albicans (ATCC 18804) e C. glabrata (ATCC 2001) (CIM 200mg/ml), não sendo ativo frente aos isolados clínicos destas. Em relação ao óleo essencial das folhas secas não se observou nenhuma ação significativa frente às linhagens em estudo. O óleo essencial dos frutos desta planta apresentou uma ação inibitória (ação fungistática), porém, não houve ação fungicida dos óleos essenciais dos frutos 

e folhas da Schinus terebinthifolius Raddi em relação às Candidas estudadas. Os valores das concentrações inibitórias mínimas (CIM) do óleo essencial de Ocimum basilicum (Maria-bonita) foram entre 0,78 a 1,56 mg/ml. As linhagens padrão C. albicans (ATCC 18804), C. glabrata e C. parapsilosis (ATCC 22019) e o isolado clínico de C. albicans apresentaram CIM de 0,78mg/ml e os isolados clínicos C. glabrata e C. parapsilosis apresentaram valor de CIM de 1,56 mg/ml. Diante das ações fungicidas do óleo essencial, foi produzido um creme vaginal com o óleo do Ocimum basilicum (Maria-bonita), as amostras do mesmo foram armazenadas em três condições distintas: condições ambientais (20° C - 25° C), geladeira (5º C) com temperatura controlada e estufa (45º C) com temperatura controlada. Os testes para análise foram realizados nos tempos 0, 15, 30 e 60 dias. Em condições ambientais e geladeira, não houve modificações na fórmula, entretanto, as amostras dos cremes expostas à temperatura de 45º C, a aparência (textura) dos mesmos, apresentaram modificações leves a partir do 15º dia, caracterizadas pelo leve endurecimento da superfície dos mesmos, intensificando-se no 30º dia e permanecendo estável até o 60º dia. Em função dos resultados encontrados, pode-se concluir que a Schinus terebinthifolius não é recomendada para a produção de um creme vaginal a partir dos óleos essenciais das suas folhas e frutos, já que ambos não possuem ação fungicida perante as Candidas estudadas, entretanto, o Ocimum basilicum (Maria-bonita) apresenta excelente ação fungicida, e já foi produzido seu creme vaginal, os testes de atividade antimicrobiana do mesmo, em três concentrações distintas (0,5%, 1,0% e 2,5%) estão sendo testados para os seus resultados serem demonstrados.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2241349 - ARIE FITZGERALD BLANK
Interno - 2335200 - CHARLES DOS SANTOS ESTEVAM
Presidente - 1690189 - EDILSON DIVINO DE ARAUJO
Externo ao Programa - 1689571 - JANE DE JESUS DA SILVEIRA MOREIRA
Interno - 2178474 - ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307