UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Fevereiro de 2024

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


PPGCNUT

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA NUTRIÇÃO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Notícias

Banca de DEFESA: MAYCON GEORGE OLIVEIRA COSTA
19/02/2024 15:32


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MAYCON GEORGE OLIVEIRA COSTA
DATA: 29/02/2024
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de videoconferência 402 - DID VII
TÍTULO: TELECONSULTA DURANTE A PANDEMIA: VALIDAÇÃO DE QUESTIONÁRIO E PERCEPÇÕES DOS NUTRICIONISTAS BRASILEIROS
PALAVRAS-CHAVES: Tradução. Estudo de Validação. Consulta Remota. Percepção.
PÁGINAS: 97
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Nutrição
SUBÁREA: Análise Nutricional de População
RESUMO:

Introdução: Com a pandemia da COVID-19, houve o aumento de consultas on-line no Brasil por profissionais de saúde. Benefícios são esperados com a possibilidade de realizar atendimentos remotos, porém alguns desafios são enfrentados durante a prática alternativa às consultas presenciais. Sendo assim, é necessário conhecer a percepção dos profissionais de saúde quanto as teleconsultas, as qualidades e desafios, visto que o atendimento on-line é um serviço regulamentado no Brasil. Atualmente, não há um questionário em português do Brasil que avalie a satisfação de profissionais de saúde sobre a teleconsulta. O objetivo deste estudo foi traduzir, adaptar transculturalmente e validar o instrumento Health Optimum Telemedicine Acceptance Questionnaire para a língua portuguesa do Brasil e avaliar a percepção e os fatores associados às dificuldades técnicas dos nutricionistas durante a teleconsulta. Métodos: Trata-se de um estudo metodológico e observacional transversal realizado com profissionais de saúde que realizaram teleconsulta no Brasil. Para traduzir e adaptar transculturalmente o instrumento, foi seguida as etapas metodológicas de: 1) tradução; 2) síntese das traduções; 3) Avaliação por um comitê de experts; 4) Avaliação do instrumento pelo público alvo; 5) Tradução reversa (back-translation); 6) Estudo-piloto. Após essas etapas, o questionário foi validado analisando a confiabilidade (alfa de Cronbach), Coeficiente de Validade de Conteúdo (CVC) e análise fatorial exploratória. O item 6 do instrumento (relacionado às dificuldades técnicas) foi utilizado como variável dependente na análise de regressão linear múltipla. Resultados: O instrumento foi traduzido e adaptado seguindo as seis etapas metodológicas de tradução e adaptação transcultural. Obteve-se níveis satisfatórios de CVC na avaliação geral do comitê de experts para os critérios de clareza (0,94), pertinência (0,95) e relevância (0,95) dos itens. Além disso, na etapa da população alvo, bem como no estudo piloto, observou-se um CVC geral adequado, superando o ponto de corte aceitável de 0,80. Em relação à população alvo, os critérios avaliados foram clareza (0,95), adequação para a categoria profissional (0,95) e compreensão dos itens (0,95). Para o estudo piloto, os índices correspondentes foram 0,96, 0,96 e 0,97, respectivamente. A análise fatorial exploratória demostrou que o instrumento possui 2 fatores (qualidades e dificuldades) relacionados a teleconsulta com níveis satisfatórios de confiabilidade por meio do Alfa de Cronbach para o instrumento geral (0,792). Na avaliação das percepções dos nutricionistas, com a utilização do instrumento validado, a maioria dos profissionais (63,3%) enfrentaram dificuldades técnicas, mas a qualidade geral da teleconsulta foi avaliada como alta (89,7%) e 96,6% tem a intenção de usar a teleconsulta no futuro. Conclusão: A versão traduzida e adaptada do Health Optimum Telemedicine Acceptance Questionnaire para o português do Brasil é um instrumento válido e confiável para analisar a satisfação dos profissionais de saúde quanto ao uso da teleconsulta. Além disso, os nutricionistas brasileiros estão satisfeitos com a teleconsulta, apesar de experenciarem dificuldades técnicas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2571568 - RAQUEL SIMOES MENDES NETTO
Interno - 2021286 - LILIANE VIANA PIRES
Externo à Instituição - LILIANA BRICARELLO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2024 - UFRN v3.5.16 -r18960-cc43e1a90e