UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 11 de Maio de 2021


PROF-CIAMB

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MONICA DE FARIAS BISPO FONSECA
04/05/2021 12:13


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MONICA DE FARIAS BISPO FONSECA
DATA: 20/05/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Plataforma digital Google Meet
TÍTULO: O LUGAR DE FALA DOS CATADORES E CATADORAS DE MANGABA DO BAIRRO SANTA MARIA: A LUTA PELO TERRITÓRIO DA CATA DA MANGABA EM ARACAJU/SE
PALAVRAS-CHAVES: Catadora (es) de mangaba; lugar de fala; territorialidade; sustentabilidade ambiental.
PÁGINAS: 74
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A problemática socioambiental é consequência da relação que o ser humano estabelece com a natureza e com os próprios homens. As relações de poder que circundam a relação sociedade-natureza trazem consigo a degradação do meio ambiente disfarçada como desenvolvimento. Neste contexto, as ações desenvolvidas pelos seres humanos sobre o meio ambiente servem ao capitalismo que a partir dos meios de produção, exaurem os recursos naturais e promovem a degradação ambiental. A crise socioambiental é refletida em todos os ambientes sociais, afetando principalmente as populações mais pobres, portanto, também é uma crise política, econômica, cultural e principalmente, do conhecimento. A presente pesquisa abordará a luta dos povos e comunidades tradicionais em defesa de seus territórios e de seus direitos sociais. Neste contexto, tem como objetivo geral analisar os processos de luta pelo território da cata da mangaba e o lugar de fala das catadoras e catadores de mangaba do bairro Santa Maria em Aracaju – SE. A pesquisa apresentará uma abordagem qualitativa, estruturada sob o Método Ativo, a partir da Dialética Freireana, pois este traz em seu bojo um histórico de resistência ativa das classes oprimidas ao reivindicarem por meio da ação, reflexão e do diálogo seu lugar no mundo. Os procedimentos metodológicos serão embasados nas práticas das metodologias ativas, a partir do Arco de Maguerez, trazendo também a pesquisa bibliográfica, pesquisa documental e pesquisa de campo. As ações realizadas durante o estudo resultarão na construção de um Produto - vídeo documentário - “O lugar de fala: um direito social para a conservação das mangabeiras”, que contribuirá para ampliar a visibilidade do lugar de fala das catadoras e catadores de mangaba da Associação Padre Luiz Lemper, frente a luta pela conservação de seu território e modos de vida.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 929.666.085-87 - ALBERLENE RIBEIRO DE OLIVEIRA
Interno - 2999791 - SHIZIELE DE OLIVEIRA SHIMADA
Interno - 2027131 - ROSANA DE OLIVEIRA SANTOS BATISTA
Interno - 1705984 - JOELMA CARVALHO VILAR
Externo ao Programa - 426495 - MARIA AUGUSTA MUNDIM VARGAS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r14897-f22248cd05