UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 27 de Junho de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


PPGCR

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Notícias

Banca de DEFESA: IANA CLARISSA OLIVEIRA NUNES
14/06/2022 13:07


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IANA CLARISSA OLIVEIRA NUNES
DATA: 04/07/2022
HORA: 14:00
LOCAL: remota
TÍTULO: O IMAGINÁRIO SIMBÓLICO RELIGIOSO NO RIO SÃO FRANCISCO: A SACRALIDADE NA VISÃO DOS RIBEIRINHOS
PALAVRAS-CHAVES: Água; Ribeirinhos; Rio São Francisco; Imaginário religioso; Sacralidade.
PÁGINAS: 133
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Antropologia
SUBÁREA: Antropologia Rural
RESUMO:

A água é elemento de importante significado em diversas manifestações religiosa. Daí não ser difícil encontrar rios em várias partes do mundo denominados como sagrados para diversos povos de diferentes religiões. No Brasil, apesar da grande dimensão hídrica existente em todas suas regiões geográficas, poucos são os rios denominados oficialmente como sagrados. Contudo, é notável a diversidade de manifestações religiosas (oficiais ou populares) advindas dos significados agregados a numerosos rios brasileiros, dentre eles o rio São Francisco. E, é a partir de seu contexto histórico e sociocultural que se tem o objetivo de descrever como se configura a ideia de sagrado ao rio São Francisco a partir da imaginação simbólica dos ribeirinhos. Dessa forma, serão levadas em consideração as seguintes indagações: É possível caracterizar o rio São Francisco como sagrado a partir da visão do povo ribeirinho se comparado a rios sagrados existentes no mundo? quais elementos caracterizam o rio São Francisco como sagrado na visão do povo local? A escolha do tema se deu a partir da possibilidade de demonstrar como características da religiosidade popular dos ribeirinhos do “Velho Chico” aproximam o rio com nome de santo ao patamar de rio sagrado apresentando peculiaridades que o aproximam de rios sagrados de diversas partes do mundo. Para tal, será preciso então: compreender o imaginário simbólico e do simbolismo das águas; descrever como se configura o rio São Francisco em diversos aspectos (histórico, social, geográfico...), além de, selecionar aspectos religiosos presentes no rio São Francisco e em importantes rios considerados sagrados espalhados pelo Brasil e pelo mundo. A pesquisa adota metodologicamente uma abordagem qualitativa, munida de uma pesquisa documental sistemática elaborada a partir de materiais já publicados de forma impressa assim como nas redes de dados da internet. Espera-se, ao final, apresentar um estudo no qual, as vivências dos ribeirinhos sanfranciscanos com o rio apresentem características que possam demonstrar que o “Velho Chico” configura-se muito além de um elemento geográfico mas, como um símbolo religioso para a população que dele busca a esperança, a fé e a ligação com o sagrado, sua base existencial.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2133998 - CARLOS EDUARDO BRANDAO CALVANI
Interno - 1423843 - MARIA JEANE DOS SANTOS ALVES
Interno - 2116211 - JOE MARCAL GONCALVES DOS SANTOS
Externo à Instituição - VITOR CHAVES DE SOUZA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r17715-9ce6d7c69e