UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 01 de Dezembro de 2021

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Aceito


RENORBIOSE

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA RENORBIO-SE

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Notícias

Banca de DEFESA: RAFAEL DONIZETE DUTRA SANDES
12/11/2021 10:23


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAFAEL DONIZETE DUTRA SANDES
DATA: 19/11/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência.
TÍTULO: “AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE RESÍDUOS AGROINDUSTRIAIS PARA PRODUÇÃO DE BIOAROMAS UTILIZANDO FUNGOS BASIDIOMICETOS”.
PALAVRAS-CHAVES: resíduos agroindustriais, basidiomicetos, compostos voláteis, biossíntese, fermentação.
PÁGINAS: 248
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Tecnologia de Alimentos
ESPECIALIDADE: Aproveitamento de Subprodutos
RESUMO:

Os aromas desempenham um importante papel na indústria de alimentos, de cosméticos e fármacos. Os consumidores preferem produtos sustentáveis e naturais, os quais podem ser produzidos por processos biotecnologicos. No âmbito do presente trabalho os basidiomicetos Wolfiporia cocos, Tyromyces floriformis e Auriporia aurulenta apresentaram potencial para produção de diversos compostos de aroma naturais de interesse comercial, utilizando resíduos de umbu, cajá, caqui, ameixa e mangaba como substratos. As técnicas HS-SPME (Microextração em Fase Sólida por Headspace), HSSE(Extração Sortiva por Headspace) e SBSE (Extração Sortiva em Barra de Agitação) foram ferramentas eficientes para extração dos principais compostos aromáticos, sendo que no geral a técnica SBSE utilizando o twister com fase extratora PDMS (Polidimetilsiloxano) foi a mais eficiente, pois extraiu o maior número de compostos voláteis identificados bem como proporcionou maior abundância de área cromatográfica total. Os principais compostos voláteis identificados com altos Valores de Atividade do Odor (OAV), que contribuíram para o perfil aromático das culturas submersas de W. cocos foram o 1- octen-3-ol (OAV 8535,20), nonanal (OAV 70,81) e eucaliptol (OAV 18,87) em meio contendo resíduo de umbu e o 1-octen-3-ol (OAV 10515,55), óxido de linalol (OAV 148,58) e eugenol (OAV 72,60) em meio contendo resíduo de cajá. Os principais compostos voláteis biossintetizados por esses basidiomicetos foram obtidos com a fermentação da A. aurulenta utilizando resíduo de umbu, a citar o acetato de 2-fenetila (56940,32 µg/L no dia 3,5 de fermentação) e 2-feniletanol (22771,69 µg/L - 7° dia).

Já o basidiomiceto T. floriformis apresentou potencial para a biossíntese de α-ilangeno (9087,44 µg/L – 10,5° dia) nos fermentados com resíduo de mangaba, além do linalol (19147,89 µg/L – 17,5° dia), álcool benzílico (25835,63 µg/L - 7° dia), 2,4-hexadienol (15290,51 µg/L – 3,5° dia) e (E,E)-2,4-hexadienal (14136,40 µg/L – 3,5° dia) com o resíduo de ameixa. O aproveitamento desses resíduos como matéria-prima para a produção de compostos de aroma mostrou-se uma alternativa viável economicamente e ambientalmente.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2335200 - CHARLES DOS SANTOS ESTEVAM
Interno - 426680 - GABRIEL FRANCISCO DA SILVA
Externo ao Programa - 3146747 - MARIA TEREZINHA SANTOS LEITE NETA
Presidente - 6330812 - NARENDRA NARAIN
Interno - 2178474 - ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16381-d9174a643d