UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 25 de Outubro de 2020


PPGEO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: THIAGO LIMA SANTANA DUARTE
23/10/2020 12:11


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THIAGO LIMA SANTANA DUARTE
DATA: 20/11/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Por VIDEOCONFERÊNCIA (Portaria nº 247 de março de 2020)
TÍTULO: EVENTOS DE CHUVAS EXTREMAS EM BARRA DOS COQUEIROS/SE: Circunstâncias e resiliências
PALAVRAS-CHAVES: clima urbano; eventos pluviais extremos; resiliência ambiental; riscos; vulnerabilidade socioambiental.
PÁGINAS: 112
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
RESUMO:

RESUMO DUARTE, Thiago Lima Santana. Eventos pluviais extremos em Barra dos Coqueiros/SE: circunstâncias e resiliência. São Cristóvão, 2020. Qualificação (Mestrado Acadêmico em Geografia) – Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal de Sergipe. São Cristóvão, Sergipe, Brasil. A Geografia tem no espaço polarizado pela relação homem-natureza o seu objeto de estudo. Como resultado de desigualdades e contradições, o espaço geográfico é palco onde se configuram processos socioambientais que podem acarretar problemas à qualidade de vida humana. O estudo do clima urbano em sua análise rítmica tem servido de escala para compreender como as alterações na dinâmica socioespacial da cidade alcançam os sistemas atmosféricos e seus efeitos afetam sobretudo a vida em sociedade. Localizado na faixa litorânea do estado de Sergipe, o município de Barra dos Coqueiros, como área de estudo, tem sentido seu espaço urbano em expansão desde a década de 2000, atraindo atividades econômicas, prestações de serviços e, principalmente, migrantes motivados pela especulação imobiliária. Com predominância de clima tropical quente e úmido e precipitações concentradas no outono e no inverno, a ocorrência de eventos pluviais extremos produzem pontos de alagamento na cidade e expõem a população a riscos que se intensificam quanto menor for o padrão socioeconômico. Diante do contexto, esta pesquisa tem como objetivo central explicar, a partir de uma análise sistêmica, as circunstâncias que desencadeiam a vulnerabilidade da população diante dos eventos extremos de chuva a partir do desenvolvimento urbano da Barra dos Coqueiros, assim como a aplicação de medidas de resiliência ambiental para corrigir as disfunções produzidas. Para alcançar os objetivos e os resultados serem dimensionados, buscou-se fazer uso de uma metodologia que respondesse, de maneira coerente, as questões de pesquisa, com evidência à revisão teórica, ao levantamento cartográfico, à documentação histórica e ao trabalho em campo (com registros fotográficos e de jornais, aplicação de questionários e entrevistas, além da coleta de dados junto a órgãos competentes). Resultados preliminares apontam para a consistência desta investigação de natureza científica.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FRANCISCO JABLINSKI CASTELHANO
Presidente - 426350 - JOSEFA ELIANE SANTANA DE SIQUEIRA PINTO
Externo à Instituição - MEIRILANE RODRIGUES MAIA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5