UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Agosto de 2018


PPGCR

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GENISSON MELO DOS SANTOS
20/08/2018 17:47


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GENISSON MELO DOS SANTOS
DATA: 29/08/2018
HORA: 14:00
LOCAL: UFS - Campus São Cristóvão - Auditório de Filosofia/Psicologia
TÍTULO: A “(re)descoberta do mistério pascal” na música neocatecumenal: paradigmas judaicos em uma iniciação cristã
PALAVRAS-CHAVES: Movimento neocatecumenal; Igreja Católica Romana; Concílio Vaticano II; Música litúrgica
PÁGINAS: 59
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Teologia
SUBÁREA: Teologia Pastoral
RESUMO:

O Concílio Vaticano II foi responsável por diversas transformações na Igreja Católica Apostólica Romana. Isso se evidencia de diferentes maneiras, afetando principalmente o aspecto litúrgico e pastoral. A presente pesquisa tem como objetivo analisar a maneira como o itinerário denominado Caminho Neocatecumenal atua nesse contexto de renovação, buscando, sobretudo, ressaltar o modo como operam transformações no campo litúrgico e catequético. Para tanto, será tomando como objeto formal os cânticos produzidos e adaptados pelo grupo, que tomam lugar em pontos especificamente estabelecidos nas suas celebrações. Parte-se da premissa de que os cânticos retirados da narrativa da páscoa hebraica, bem como os cânticos adaptados da tradição litúrgica judaica, obedecem à dupla função de modificar o caráter da missa, ao ressaltar o aspecto memorial do rito, tendo como referencial o seder de pessach do judaísmo, responsável por comemorar a saída do povo hebreu do Egito, além de criar uma identidade de grupo para os participantes do processo de iniciação, reforçando nos mesmos o ideário de “povo escolhido”. Com isso pretende-se apontar para a função dos cânticos do Caminho Neocatecumenal no sentido de despertar a experiência do sagrado, comprometendo moral e eticamente os seus participantes com o objetivo de transformar a Igreja e atuar na sociedade, ancorados em um status ontológico de validade última.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2133998 - CARLOS EDUARDO BRANDAO CALVANI
Interno - 2178463 - JOSE RODORVAL RAMALHO
Externo à Instituição - CAMILO ANTÔNIO SANTA BÁRBARA JÚNIOR

SIGAA | Núcleo de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2018 - UFRN v3.5.16 -r4885-c6caff676