UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 24 de Setembro de 2021

ARQUEOLOGIA/DARQ - Laranjeiras

 

curso  Nível  Graduação

DEPARTAMENTO DE ARQUEOLOGIA - DARQ

Notícias

Nota de Repúdioà publicação em jornal local


Nota de Repúdio à matéria constante na coluna “Zé Povinho”, do periódico “Voz dos Municípios”, de 21 de maio de 2014

O Departamento de Arqueologia, da Universidade Federal de Sergipe, no uso de suas atribuições vem, por meio desta, emitir nota de repúdio sobre as opiniões veiculadas em uma coluna apócrifa, de periódico local, sobre a panfletagem supostamente realizada por estudantes da Universidade Federal de Sergipe em “patrimônio” (sic) da cidade de Laranjeiras, Sergipe.

Em primeiro lugar, o Departamento de Arqueologia observa que ao ser apócrifa, a coluna demonstra bem seu caráter menor, sem qualquer contribuição para o desenvolvimento da Imprensa comprometida com a busca pela excelência da informação bem redigida e pela checagem dos fatos, pela defesa da livre expressão do pensamento, não confundindo esta com o uso abusivo do denuncismo vazio e eleitoreiro, e que se aproveita da criação de factóides para eximir o poder público municipal, estadual e federal de suas responsabilidades com o bem estar da coisa pública e da população, no tocante à oferta de serviços de qualidade, ao invés de obras faraônicas que servem apenas para camuflar os grandes problemas de saúde, trabalho, transporte e, principalmente, de segurança, que tem atingindo não somente a cidade de Laranjeiras, mas o Brasil como um todo.

O Departamento de Arqueologia da UFS, representado aqui por seus docentes, discentes e técnicos-administrativos, é incansável na busca por soluções pacíficas, mas eficazes, realizadas dentro da legalidade e da legitimidade, e sob nenhuma circunstancia se calará frente ao uso de adjetivos caluniosos e ofensivos que descrevem seus discentes como “meliantes”, “vandalos”, “idiotas”, “medíocres” e “sacanas” em uma matéria, repetimos, APÓCRIFA, instrumento ilegal, conforme reza a Constituição Federal, no seu Artigo 5, Inciso IV. É triste constatar que o que poderia ser um veículo de informação para discutir e refletir sobre os problemas que afligem os municípios do Vale do Continguiba foi usado como instrumento de difamação e de vendedor de ilusões; de desinformação; e de incitação à xenofobia.

 O Departamento de Arqueologia da UFS não aceita, sob nenhuma circunstancia, ter seus discentes responsabilizados pelo problema da segurança pública e da saúde (uso de drogas ilícitas é problema de saúde e não de polícia!) que assola o município de Laranjeiras. Tal problema é de responsabilidade dos gestores municipais, estaduais e federais que não investem nestes e em outros serviços públicos extremamente carentes, optando por promover e financiar a política do “pão e do circo”, do clientelismo político-partidário e do paternalismo social.

O Departamento de Arqueologia é incansável e veemente defensor da livre expressão e está totalmente comprometido com a formação de cidadãos críticos, reflexivos e atuantes, que se empenham na busca por uma sociedade mais justa, igualitária e sustentável, e não meramente em formar reprodutores de fazeres. E na defesa destes ideais o Departamento de Arqueologia se apoia não somente através do saber formal, mas também através da valorização dos saberes tradicionais locais e regionais, no diálogo profícuo entre os mais diferentes agentes sociais que compõem a sociedade laranjeirense, a sociedade sergipana e a sociedade nacional.

Assinado: Departamento de Arqueologia, Campus de Laranjeiras, Universidade Federal de Sergipe


Notícia cadastrada em 28/05/2014 22:15  

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16104-201f40f5e2